Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
VIOLÊNCIA

Padre de 75 anos é encontrado morto em casa

No quarto do religioso foram encontrados vestígios de sangue, além de objetos espalhados pelo chão

terça-feira, 31/08/2021, 13:42 - Atualizado em 31/08/2021, 13:42 - Autor: FOLHAPRESS


Imagem ilustrativa da notícia: Padre de 75 anos é encontrado morto em casa
| Reprodução/Facebook

A violência contra padres não é nenhuma novidade no Brasil. Além da perseguição ideológica, outros fatores podem desencadear esse tipo de crime, como assaltos e atos de vandalismos contra paróquias. Porém, em alguns casos, as agressões ocorrem dentro da casa dos próprios sacerdotes. 

Um padre, identificado como Paulo Francisco Santana Ribeiro, de 75 anos, foi encontrado morto em casa, por volta das 14h40 da última segunda-feira (30), na região da Lapa (zona oeste da capital paulista). No quarto do religioso, onde seu corpo estava sobre a cama, foram encontrados vestígios de sangue.

O caso foi primeiramente registrado como homicídio simples no 7º DP (Lapa), mas foi assumido pelo DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), que analisa as circunstâncias da morte do religioso e quando ela ocorreu, pois o corpo do padre foi encontrado em avançado estado de decomposição. Por causa disso, o departamento apura o caso como "morte suspeita."

Um capelão iria rezar uma missa com o religioso no Círculo Militar, no domingo (30). Porém, o padre Paulo Francisco, pároco da Igreja Nossa Senhora da Lapa, não compareceu à cerimônia.

Como o religioso não respondia às mensagens enviadas e nem atendida aos telefonemas, o cardeal arcebispo de São Paulo Dom Odílio Scherer autorizou que o capelão fosse à casa de Ribeiro, na Lapa, da qual ele tinha uma cópia da chave, segundo boletim de ocorrência registrado na delegacia.

Ao entrar no sobrado, ainda de acordo com o documento policial, o corpo do religioso foi encontrado sobre a cama, em avançado estado de decomposição. Em todo o chão do quarto, localizado no segundo piso do sobrado, havia manchas semelhantes a sangue, de acordo com os registros da polícia. Objetos como livros e discos estavam espalhados pelo chão. Porém, a polícia não identificou o roubo de nenhum item de valor ou dinheiro.

A SSP (Secretaria da Segurança Pública) afirmou que investigadores do DHPP fazem diligências para esclarecer "todas as circunstâncias da morte" do padre. "A autoridade policial solicitou exames periciais e estão em elaboração. Os laudos serão analisados tão logo forem concluídos", diz trecho de nota.

A Arquidiocese de São Paulo emitiu nota sobre a morte do padre, acrescentando que a causa do falecimento "ainda é desconhecida."

Segundo a Igreja, Ribeiro nasceu em 28 de abril de 1946 em Teófilo Otoni (MG). Sua formação como religioso ocorreu na Itália, na França, na Alemanha e no Oriente Médio. "Após retornar ao Brasil, foi ordenado sacerdote em 28 de abril de 1974, na Arquidiocese de São Paulo", diz a nota.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS