Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
11 ANOS DO DOL

Coisa de cinema: mundo cada vez mais tecnológico é realidade

Em pouco mais de uma década, as telecomunicações e tecnologias inteligentes mudaram o cotidiano nas grandes cidades. O DOL acompanha os avanços a fim de atender às expectativas dos usuários.

domingo, 12/09/2021, 07:46 - Atualizado em 12/09/2021, 07:46 - Autor: Anderson Araújo/ Editor DOL


Imagem ilustrativa da notícia: Coisa de cinema: mundo cada vez mais tecnológico é realidade
| Reprodução

No ano de criação do DOL, em 2010, a Internet 2.0 já estava em consolidação, mas muito do que temos hoje em dia como tecnologia ainda era coisa de filmes ou livros de ficção científica ou – para os mais velhos – do célebre desenho animado Os Jetson, aquele sobre a família que vivia em um futuro tecnológico de carros voadores e robôs. E olha que o desenho, ressuscitado pela propaganda de um banco brasileiro neste ano, é da década de 70 do século passado.

MÁQUINAS VOADORAS E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Há 11 anos, os drones ainda estavam praticamente restritos ao uso militar e pouca gente tinha acesso a essas máquinas voadoras, que hoje já fazem até entregas e estão acessíveis e sendo usados comumente para fazer fotos aéreas.

Outra presença tecnológica marcante hoje em dia, mas que em 2010 estava em consolidação, é a Inteligência Artificial, celebrada em grandes filmes como 2001 – Uma odisseia no espaço e “A.I.”. A inteligência artificial, que hoje organiza a vida em algoritmos, mudou a propaganda e a publicidade, ajuda a salvar vidas na Medicina e revolucionou também o cotidiano em aplicativos e gadjets que se tornaram essenciais para encarar o século 21 com alguma comodidade. O bordão “Alexa, faça isso...” ainda era impensável em 2010, mas hoje se integrou à vida de forma tão corriqueira como perguntar às horas a um desconhecido na rua no século 20.

A tendência dos aparelhos inteligentes, todos integrados à rede mundial de computadores, já é uma realidade e deve estar ainda mais presente nos próximos anos. O DOL está pronto para acompanhar as inovações, porque também é fruto dessas novidades, convivendo bem com as antigas e agregando públicos de todas as idades, desde os mais entusiastas até quem ainda resiste às mudanças.

“Os investimentos e a atenção para acompanhar todos esses avanços, como forma de se manter no mercado, mas principalmente atender às expectativas dos nossos leitores”, comenta o vice-presidente do Grupo RBA, Camilo Centeno, que participa diretamente das decisões estratégicas do DOL.

 

|
 

Neste contexto, Camilo destaca o Google News Showcase, uma nova ferramenta do maior buscador de informações do mundo. O Brasil e a Alemanha foram os primeiros mercados selecionados pelo Google para a implantação da ferramenta, mas hoje o agregador de notícias já está disponível em outros países da América Latina e Europa. No Brasil, o DOL foi um dos primeiros portais a serem selecionados para integrar a ferramenta.

NEM TUDO ERA FÁCIL

Chamar um carro para levar a qualquer lugar (mesmo com alguma espera), pagar o pão da manhã com PIX, apagar as luzes ou colocar uma música com um comando de voz, assistir a live do cantor preferido. Hoje isso tudo é possível e muito fácil, mas, há 11 anos, resolver a vida com um clique em um dispositivo portátil era coisa somente para James Bond ou fazer as já batidas chamadas de vídeo só em películas como o “De volta para o futuro”, produzido por Steven Spielberg.

De lá pra cá, o futuro chegou com velocidade a partir do avanço em telecomunicações e do desenvolvimento, do acesso e popularização de dispositivos mais “inteligentes” como telefones celulares, notebooks, tablets e televisores integrados à Internet.

 

|
 

Uma das principais novidades vem das telecomunicações. Desde o ano 2000, as empresas de telefonia adotavam o que é chamado de 3G, a terceira geração de redes sem fio para dispositivos móveis, a que transformou celulares nos chamados smartphones. Dessa forma, a capacidade de transferência de dados foi aumentada de forma exponencial.

Assim se abriram as portas para funcionalidades hoje corriqueiras, como a transmissão de vídeos em tempo real e acesso a serviços de stream. Nessa esteira, em 2007, a Apple lançou o iPhone, e pouco tempo depois, em 2008, a Google apresentou o sistema operacional Android. Foi nesse período em que a grande mudança aconteceu.

Em 2010, já existia o quase aposentado 4G - em breve a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deve realizar o leilão para escolher a empresa que vai implantar o 5G no país. O DOL chegou nessa configuração das telecomunicações, onde a comunicação na palma da mão já era uma realidade e hoje cada vez mais avança com mídias que se aproveitam da ótima capacidade de transferência de dados. É a partir dessas possibilidades que o mundo chega aos leitores do DOL em textos, vídeo e áudios em tempo real.

 

|
 
Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS