Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
OBSTRUÇÃO INTESTINAL

Cirurgia? Médico chega das Bahamas para avaliar Bolsonaro

O médico-cirurgião que atende Bolsonaro voltou ao Brasil em um voo fretado que custa entre R$ 340 mil e R$ 680 mil.

terça-feira, 04/01/2022, 08:36 - Atualizado em 04/01/2022, 08:36 - Autor: Com informações UOL


Bolsonaro teve uma obstrução intestinal e precisou ser submetido a exames e tratamento para o desconforto abdominal.
Bolsonaro teve uma obstrução intestinal e precisou ser submetido a exames e tratamento para o desconforto abdominal. | Reprodução

Após interromper folga e ser internado com urgência no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, Jair Bolsonaro, passa para exames para avaliar dores intestinais.

O médico-cirurgião que atende Bolsonaro teve que interromper as férias nas Bahamas para avaliar o paciente, que está com uma obstrução intestinal e internado na zona sul de São Paulo. O médico chegou ao hospital Vila Nova Star às 6h09.

Antônio Luiz Macedo analisará Bolsonaro e os exames já realizados para decidir se há a necessidade de uma intervenção cirúrgica. As primeiras informações dão conta de que não será preciso fazer nenhuma cirurgia.

A previsão era de que Macedo chegasse de madrugada na capital paulista, mas o voo atrasou. Na entrada do hospital, ele não conversou com a imprensa. Em 2018, ele foi o responsável por atender Bolsonaro após o episódio da facada.

Leia mais:

Jair Bolsonaro é internado em hospital de São Paulo

Bolsonaro espera médico que vem das Bahamas para avaliação

De acordo com o último boletim médico, Bolsonaro está estável e apresentou melhora clínica após o uso de sonda nasogástrica.

Em julho de 2021, ele ficou quatro dias internado no hospital Vila Nova Star para tratamento do mesmo problema. Na ocasião, os médicos cogitaram uma intervenção cirúrgica, que foi descartada depois que o intestino do presidente voltou a funcionar normalmente.

De acordo com um orçamento realizado pela Folha de S.Paulo, Macedo retornou ao Brasil após um voo fretado que custa entre R$ 340 mil e R$ 680 mil. O governo federal não respondeu se pagará o valor.

Internação após folga de fim de ano em SC

Bolsonaro foi internado na madrugada de ontem (3) em São Paulo, após passar mal durante a folga de fim de ano em Santa Catarina. Ele teve uma obstrução intestinal e precisou ser submetido a exames e tratamento para o desconforto abdominal.

O Vila Nova Star informou através de boletim que ele fez uma curta caminhada pelo corredor do hospital e permanecia em tratamento clínico.

As informações repassadas pelo hospital, no entanto, não comentam se há data de alta para Bolsonaro. A Secom (Secretaria de Comunicação) informou ainda ontem que ainda não há previsão.

Ao UOL, o médico Antônio Luiz Macedo disse, na tarde de ontem, que só será possível tirar conclusões do quadro do presidente com uma avaliação presencial.

"O paciente deve ser examinado primeiro e, a seguir, ver os exames. Essa medicina ridícula recente de só ver exames está trazendo mal aos doentes. Além dos exames, temos de usar a palpação do abdome e a visualização do quadro clínico e cirúrgico", acrescentou o médico.

A palpação é a avaliação médica do abdome do paciente, feita com as mãos.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS