Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
CASO BEATRIZ

Assassino de menina é preso após seis anos em Pernambuco

A menina de 7 anos foi morta dentro de escola particular com 42 facadas

quarta-feira, 12/01/2022, 20:51 - Atualizado em 12/01/2022, 20:51 - Autor: Brenda Caroline Almeida


Marcelo da Silva, assassino da pequena Beatriz
Marcelo da Silva, assassino da pequena Beatriz | Reprodução

A quando a dor da saudade incomoda, o coração grita por Justiça! Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, estava apenas se divertindo na festa da irmã, quando teve a vida interrompida de uma forma tão brutal. Depois de longos e dolorosos seis anos, o assassino foi ipreso.

O caso aconteceu em Petrolina, sertão de Pernambuco. Beatriz participava da formatura da irmã no colégio particular Nossa Senhora Auxiliadora, no dia 10 de dezembro de 2015. A menina saiu para beber água e desapareceu.

 

Marcelo da Silva, assassino da pequena Beatriz
Marcelo da Silva, assassino da pequena Beatriz | Reprodução
 

O choque para a família e para todos que estavam presentes aconteceu quando a encontraram em um depósito, próximo da quadra de esportes onde a festa acontecia. Ela havia levado 42 facadas e a arma do crime estava cravada no corpo.

Durante todos esses anos o crime ficou sem resposta. Agora, após 6 anos anos, a polícia científica de Pernambuco identificou o suspeito depois do DNA que estava na faca do crime, o assassino Marcelo da Silva, de 40 anos, confessou e foi indiciado na terça-feira (11).

Marcelo já foi preso antes por outros crimes cometidos. Por esse motivo, o DNA dele já fazia parte do banco Estadual de Perfis Genéticos. 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS