Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
PANDEMIA

Covid-19 e crianças: quais os sintomas e como protegê-las

As autoridades de saúde orientam sobre os principais sintomas nos pequenos e nos adolescentes.

quinta-feira, 13/01/2022, 18:46 - Atualizado em 13/01/2022, 18:46 - Autor: Com informações O Globo


Imagem ilustrativa da notícia: Covid-19 e crianças: quais os sintomas e como protegê-las
| Reprodução

Você sabe quais são os sintomas da Covid-19 nas crianças? Após dois anos do início da pandemia do novo Coronavírus no Brasil, muitas pessoas têm ainda muitas dúvidas sobre os principais sintomas nos pequenos e nos adolescentes.  

De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), as vacinas são até o momento a melhor forma de evitar mortes e sequelas graves decorrentes das doenças aos pequenos. Portanto, a vacinação de crianças e adolescentes contra a Covid-19, pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), é uma ferramenta fundamental para o controle da pandemia nessa faixa etária.

Veja também:


Essa semana, a Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou algumas diretrizes importantes sobre o manejo da síndrome inflamatória multissistêmica associada à COVID-19 em crianças (SIM-P).

Os sintomas da Covid-19 são diferentes para cada faixa etária?

Segundo a OMS, a maioria dos bebês e das crianças são assintomáticos. Quando os sintomas surgem, variam conforme a idade da criança. É preciso estar alerta ao quadro clínico e à respiração da criança e aos primeiros sinais apresentados, levá-la ao posto de saúde mais próximo para atendimento médico e realização de exames laboratoriais. 

0 a 2 anos - os sintomas principais são febre, vômito, tosse e dificuldade respiratória. Sobre a transmissão do vírus da mãe para o bebê, durante a gravidez, ainda não há comprovação científica de que isso possa ocorrer. O bebê pode ser infectado após o nascimento, caso tenha contato com uma pessoa que esteja com o vírus.

3 a 9 anos – com as crianças menores, é preciso estar atento aos sinais de febre, tosse, dificuldade para respirar, dor de cabeça, diarreia, dor abdominal e na região do tórax.

10 a 19 anos – os pré-adolescentes e adolescentes, além da febre, tosse e diarreia, podem também apresentar: náusea/vômito e perda na capacidade de sentir cheiro ou gosto da comida.

O índice de mortalidade da Covid-19 em crianças e adolescentes, se comparado aos adultos, é menor. Dados divulgados pelo DataSUS, o departamento de informática do Sistema Único de Saúde, desde o primeiro caso confirmado e registrado de Covid-19, no ano passado até março de 2021, 779 crianças com até doze anos morreram da doença, no Brasil. 

Como proteger a criança do novo Coronavírus?

As crianças devem seguir os mesmos cuidados que os adultos na prevenção da Covid-19, o que inclui:

•    Lavar as mãos regularmente com água e sabão, especialmente após frequentar locais públicos;

•    Manter o distanciamento de outras pessoas;

•    Crianças a partir de 2 anos devem utilizar máscara de proteção individual, sobretudo se estiver em com tosse ou espirros;

•    Evitar tocar com as mãos no rosto, principalmente na boca, nariz e olhos.

Para os especialistas, estes cuidados devem ser incluídos no dia-a-dia da criança, pois, além de protegerem o pequeno contra o vírus, também ajudam a diminuir a sua transmissão, evitando o contágio a outras pessoas”.

Volta às aulas

Os cuidados preventivos são muito importantes para se evitar o contágio. A Sociedade Brasileira de Infectologia orienta:

•    Evitar contato próximo com pessoas com infecções respiratórias agudas;

•    Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente e antes de se alimentar;

•    Usar lenço descartável para higiene nasal;

•    Cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir;

•    Evitar tocar nas mucosas dos olhos;

•    Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

•    Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

•    Manter os ambientes bem ventilados;

•    Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS