Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
CARNE DE QUE?

Senado pede explicações para McDonald’s e Burger King

As redes de fast food devem falar sobre o “hambúrguer de picanha” e “hambúrguer de costela” que, na realidade, não contêm esses ingredientes

quarta-feira, 04/05/2022, 20:04 - Atualizado em 04/05/2022, 20:03 - Autor: Com informações de Metrópoles

Google News

Grandes do fast food viraram alvo de polêmica por sanduiches
Grandes do fast food viraram alvo de polêmica por sanduiches | Reprodução

Em tempo de fake news, um assunto tem repercutido muito nas redes sociais. Seria possível o sanduíche fake? Parece que sim. As redes de fast food Burger King e McDonald’s participarão de uma audiência pública diante da Comissão de Controle e Defesa do Consumidor (CTFC) do Senado, para tratar sobre o “hambúrguer de picanha” e “hambúrguer de costela” que, na realidade, não contêm esses ingredientes.

Na última semana, inclusive, o McDonald’s tirou do cardápio dois sanduíches da linha “Novos McPicanha”, após a empresa ter sido notificada por ao menos dois Procons.

Nesta terça-feira (3), o Burger King decidiu mudar o nome de seu sanduíche Whopper Costela, que leva aroma de costela, mas não tem a carne. A empresa foi notificada pelo Procon do Distrito Federal.

Na sessão desta terça-feira, os membros da CTFC aprovaram um requerimento do senador Nelsinho Trad (PSD-MS) para realização de audiência pública com o objetivo de debater os recentes casos. 

Reguffe avaliou que se trata de “um total abuso por parte destas redes de fast food”. Nelsinho Trad afirmou que os casos de “hambúrguer fake” estão “enganando a população brasileira”. Ele disse que os senadores vão ouvir os denunciantes e as empresas acusadas.

“Anunciar um produto de hambúrguer com picanha, e costela, e falar que nesses hambúrgueres só têm o cheiro da picanha ou da costela, isso é brincadeira com a população brasileira! Nós não podemos aceitar isso. Tem que ser esclarecido, tem que ser colocado em pratos limpos. Aqueles que induziram a um equívoco dessa natureza precisam ser responsabilizados”, afirmou Nelsinho Trad.

Serão convidados para a audiência pública representantes do Procon, do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), das empresas Burger King e McDonald’s, do blog Comer com os Olhos e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS