Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
"MENTIU PROS PRFS"

Faixa crítica a Bolsonaro sobrevoa comemoração da PRF

O ato representou o protesto de mais de 17 mil policiais rodoviários federais ativos e aposentados.

quinta-feira, 30/06/2022, 18:09 - Atualizado em 30/06/2022, 18:09 - Autor: Dol com informações da Uol

Google News

A mensagem dizia "Nada a comemorar: Bolsonaro mentiu pros PRFs".
A mensagem dizia "Nada a comemorar: Bolsonaro mentiu pros PRFs". | Foto: FenaPRF/Divulgação

Na manhã desta quinta-feira (30), um avião que levava uma faixa criticando o presidente Jair Bolsonaro (PL), sobrevoou a Universidade Corporativa da Policia Rodoviária Federal (PRF) em Florianópolis, Santa Catarina durante a solenidade de 94 anos da corporação.

O sobrevoo foi feito pelo sistema sindical dos Policiais Rodoviários Federais, que em comunicação oficial à Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), afirmou que "Policiais rodoviários federais por todo o Brasil estão adoecendo, muitos outros estão perdendo a motivação de seguir na carreira por conta da real desvalorização promovida pelo Governo Bolsonaro, que vai se transformando no pior governo para as forças policiais da União das últimas décadas". 

A mensagem dizia "Nada a comemorar: Bolsonaro mentiu pros PRFs" e pôde ser vista durante o evento de celebração dos 94 anos da corporação. As imagens da cena repercutem nas redes sociais.

Leia também:

Bolsonaro é condenado por insinuação sexual a jornalista

Bolsonaro diz que esquerda vai se perpetuar no poder

Pedro Guimarães esteve em quase 30 lives com Bolsonaro

O ato representou o protesto de mais de 17 mil policiais rodoviários federais ativos e aposentados, "No período em que deveríamos estar em festa, não temos nada o que comemorar", dizia o texto.

Após o sobrevoo do avião com a faixa, um helicóptero também levantou voo durante o evento, em nota, a corporação informou que a aparição dessa segunda aeronave fazia parte do evento e já estava programado de antemão.

A FenaPRF também afirmou que não houve abordagem ao avião. "O fato de que quando ele [helicóptero] subiu para sobrevoar o espaço da Uniprf, forçou o avião a levantar altitude (helicóptero tem prioridade de voo), para dificultar a legibilidade da faixa", disse a federação em nota.

 

| Foto: FenaPRF/Divulgação
  
Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS