Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
TRETA A BORDO!

Mulher é presa após chutar e cuspir em comissária em voo

A confusão aconteceu dentro de um avião da Azul, minutos antes da decolagem que tinha como destino o estado de São Paulo.

sexta-feira, 15/07/2022, 22:25 - Atualizado em 15/07/2022, 22:23 - Autor: Com informações de Estado de Minas

Google News

De acordo com testemunhas,  a comissária tentou conversar com a passageira, que estava sentada. Em seguida ela se levantou, cuspiu na funcionária e a agrediu fisicamente.
De acordo com testemunhas, a comissária tentou conversar com a passageira, que estava sentada. Em seguida ela se levantou, cuspiu na funcionária e a agrediu fisicamente. | ( Reprodução/ Redes Sociais )

Uma confusão dentro de um avião terminou com uma passageira presa na tarde desta sexta-feira (15), no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana de BH.

Descontrolada, a mulher cuspiu no rosto de uma das comissárias além de chutá-la. A confusão aconteceu dentro de um avião da Azul, minutos antes da decolagem que tinha como destino o estado de São Paulo.

Uma passageira foi presa no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana da capital mineira, após cuspir no rosto e chutar uma comissária na tarde desta sexta-feira (15).

LEIA TAMBÉM:

Golpista pratica estelionato amoroso e foge com R$ 32 mil

Polícia conclui inquérito da morte cometida por bolsonarista

A confusão aconteceu já dentro de um avião da Azul, momentos antes da decolagem com destino a São Paulo. A prisão foi realizada pela Polícia Federal (PF). 

De acordo com testemunhas,  a comissária tentou conversar com a passageira, que estava sentada. Em seguida ela se levantou, cuspiu na funcionária e a agrediu fisicamente.

A PF informou que a mulher "demonstrou comportamento inadequado e foi encaminhada, preliminarmente, a uma instituição hospitalar para avaliação psiquiátrica". Ainda conforme a instituição, a passageira poderá responder por crime contra a honra, pelas ofensas e por lesão corporal. 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS