Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
TRAJETÓRIA

João Paulo Diniz: triatleta e incentivador do esporte

O empresário e ex-atleta morreu após uma parada cardíaca em Paraty, no Sul do Rio de Janeiro. Diniz foi um dos maiores incentivadores do esporte brasileiro

segunda-feira, 01/08/2022, 08:04 - Atualizado em 01/08/2022, 09:50 - Autor: Com informações de UOL

Google News

João Paulo Diniz, filho de Abilio Diniz, fundador do grupo Pão de Açúcar.
João Paulo Diniz, filho de Abilio Diniz, fundador do grupo Pão de Açúcar. | ( Reprodução/ Redes Sociais )

O empresário e ex-atleta João Paulo Diniz, filho do empresário Abílio Diniz, aos 58 anos, morreu na noite do último domingo (31), após uma parada cardíaca em Paraty, no Sul do Rio de Janeiro. Atleta de triatlo e competidor de maratonas desde a década de 1980, Diniz deixa um legado de grande incentivador do esporte brasileiro. João Paulo participou de grandes maratonas pelo mundo, como Nova York, Paris e Londres. Além de ser um dos idealizadores da Maratona de Revezamento Pão de Açúcar, marco na história das corridas de participação em São Paulo e no Brasil.

 O Grupo Pão de Açúcar, na época sob tutela da família Diniz, incentivou a formação da primeira equipe olímpica de triatlo do Brasil, para competir nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000. Desde então, João Paulo é muito influente na gestão da modalidade.

O ex-atleta esteve também por trás do principal empreendimento privado de apoio ao esporte de alto rendimento no Brasil, o Núcleo de Alto Rendimento (NAR), centro de excelência em estudo, avaliação, prescrição de treinamento esportivo e capacitação de técnicos e preparadores físicos, pertencente a Prefeitura de São Paulo, mas que  desde março de 2014, é mantido pelo Instituto Península, braço de investimento social da família Diniz. 

LEIA TAMBÉM:

Filho de Abílio Diniz, João Paulo Diniz morre aos 57 anos


De acordo com informações levantadas pelo UOL, João Paulo Diniz era quem corria atrás de financiamento, com recursos próprios e de parceiros, do local onde treinar e estruturava esportes importantes como a seleção brasileira de rúgbi, alguns dos principais nomes do atletismo olímpico e paralímpico, além de outras modalidades.

O empresário também integrava o conselho gestor do Pacto pelo Esporte, um acordo privado e voluntário entre empresas patrocinadoras do esporte brasileiro, que tinha como objetivo contribuir para uma gestão profissional, íntegra, com transparência e governança. 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS