plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 27°
cotação atual R$


home
ABUSO

Pai de menina com paralisia é investigado por chamar doadores de trouxa

Igor Viana, conhecido nas redes sociais como "Pai da Soso" é suspeito de desviar dinheiro doado para a filha que tem paralisia cerebral.

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Pai de menina com paralisia é investigado por chamar doadores de trouxa camera Em áudio, Igor chamou os seguidores de "Trouxas". | (Reprodução/Redes sociais)

A solidariedade é algo que muitos brasileiros demonstram que tem no dia-a-dia, especialmente quando se trata de grandes tragédias ou quando se sentem tocados por uma causa.

Igor Viana, de 24 anos, conhecido nas redes sociais como "Pai da Soso" e "servo do Deus vivo", está sob investigação da Polícia Civil de Goiás (PCGO) suspeito de desviar doações destinadas ao tratamento de sua filha de dois anos, que tem paralisia cerebral. Áudios obtidos pela polícia, e divulgados pelo portal UOL, revelam que ele referiu-se aos seguidores que fizeram doações como "trouxas".

CONTEÚDOS RELACIONADOS:

Em mensagens de áudio enviadas pelo próprio Viana, o influencer teria afirmado: "Se eles [seguidores] foram trouxas, a culpa não é minha". O material foi recolhido pela PCGO. Além das acusações de desvio de doações, Viana também é suspeito de maus-tratos contra a filha.

Segundo as investigações, Igor Viana comentou que gostaria de abandonar a filha em um orfanato e reclamou do comportamento da criança. "Minha filha tem paralisia cerebral, mas ela é super chata. Não imaginava que uma criança que tem 10% do cérebro funcionando fosse tão chata e pudesse me dar tanto problema", diz em um dos áudios.

Defendendo-se das acusações de desvio, Viana alegou que não era obrigado a usar as doações exclusivamente para a filha. "Também tenho necessidades a serem supridas, sou um ser humano", afirmou.

Quer mais notícias do Brasil? Acesse nosso canal no WhatsApp

Igor Viana teria se mudado para a região Norte do país após o início das investigações. Em um grupo de WhatsApp com seguidores, ele mencionou: "E eu vou usar toda a grana para comer prostitutas no nortão", mas depois afirmou tratar-se de uma "brincadeira".

Viana tentou justificar o uso do dinheiro dizendo: "Eu não considero que eu desviei o dinheiro, até porque as pessoas enviavam o dinheiro para minha conta, minha filha não tem Pix. Se eles foram trouxas, a culpa não é minha".

As investigações contra o influenciador começaram no dia 19 de junho, após denúncias na delegacia de Anápolis. A delegada Aline Lopes relatou que Viana era denunciado por maus-tratos com base em alguns vídeos onde aparecia maltratando a filha. Em um deles, ele chamou a menina de "criança inútil do car****".

Segundo a delegada, o tratamento dado à filha pode configurar crime de maus-tratos e incitação à discriminação de pessoa com deficiência. Na bio de seu perfil no Instagram, Viana afirma que "Deus dá crianças especiais para pais especiais".

Além disso, a investigação aponta que a mãe da criança teria usado parte das doações para realizar intervenções estéticas. "Há informação de que a mãe teria feito cirurgia plástica com esse dinheiro", explicou a delegada Aline Lopes. A identidade da mãe não foi divulgada.

O Conselho Tutelar de Anápolis proibiu Igor Viana de exibir a filha nas redes sociais. Em resposta, ele informou aos seguidores que "Soso" aparecerá "apenas no programa por assinatura" que ele mantém de forma privada.

Igor e a mãe da menina, que vivem separados e não possuem um processo judicial de guarda, acordaram que a criança mora com o pai. Ambos serão intimados a depor e prestar esclarecimentos sobre as acusações. Eles enfrentam suspeitas de constrangimento de menor, estelionato, discriminação à pessoa com deficiência e apropriação indevida de bens.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Notícias Brasil

    Leia mais notícias de Notícias Brasil. Clique aqui!

    Últimas Notícias