plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 29°
cotação atual R$


home
NOTÍCIAS BRASIL

População agride suspeito de se masturbar perto de mulher em metrô. Assista!

Na noite da última terça-feira (03), um homem foi preso após ser acusado de se masturbar muito próximo a uma mulher no interior de um trem na Zona Norte do Rio, por volta das 19h. Segundo testemunhas, a vítima, que não teve a identidade revelada, ter

Na noite da última terça-feira (03), um homem foi preso após ser acusado de se masturbar muito próximo a uma mulher no interior de um trem na Zona Norte do Rio, por volta das 19h.

Segundo testemunhas, a vítima, que não teve a identidade revelada, teria alertado os outros passageiros quando percebeu o ato libidinoso. Em seguida, de acordo com a Polícia Civil, a saída do suspeito foi impedida por passageiros que presenciaram a cena. Ele foi empurrado e agredido

Ainda de acordo com testemunhas, houve tumulto no momento em o homem tentou sair do trem. Um vídeo publicado pela página "Plantão Policial Nilópolis" mostra a confusão: no registro, um passageiro de camisa azul, tenta impedir a saída do homem apontado como o responsável pelo ato libidinoso, que veste uma camisa laranja, com listras. Ele chegou a ser agredido, na ocasião, já que o vagão estava cheio.

Ele só pôde desembarcar na estação Engenho de Dentro no momento em que um segurança da Supervia, de acordo com o relato de testemunhas aos agentes, foi acionado. A Polícia Militar também foi chamada, e o homem foi levado para uma Delegacia.

Mais um caso revoltante

Em nota, a SuperVia informou que esse foi o segundo caso, no intervalo de uma semana, que a equipe de segurança da concessionária auxilia a polícia em ocorrências de assédio. Ainda de acordo com a empresa, desde 2006 form registradas 63 queixas de assédio sexual no sistem ferroviário — somente em 2017, seis homens foram presos acusados desse tipo de crime.

Desde 2006, a SuperVia registrou 63 queixas de assédio sexual no sistema ferroviário, seja no interior dos trens ou nas estações. Desse total, dez ocorreram em 2017, ano em que seis homens já foram presos ou detidos acusados de praticar crimes dessa natureza. A concessionária lamenta os casos de desrespeito às mulheres e esclarece que cumpre as medidas que visam protegê-las, como a disponibilização de um carro exclusivo por trem para elas nos horários de maior movimento (das 6h às 9h e das 17h às 20h). A comunicação visual também conta com adesivos e cartazes nas portas e interior dos vagões.

(Com informações do portal Extra)

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Notícias Brasil

Leia mais notícias de Notícias Brasil. Clique aqui!

Últimas Notícias