Notícias / Gastronomia
FESTIVAL DE DELÍCIAS

Estrela Azul Delivery: última chance para aproveitar!

Ação do DIÁRIO encerra hoje, mas ainda dá tempo de pedir os melhores pratos por um preço em conta. Empresários ressaltam sucesso do projeto entre clientes, que pedem até que as receitas entrem nos cardápios

domingo, 23/05/2021, 09:01 - Atualizado em 23/05/2021, 09:11 - Autor: Denilson D’Almeida


No Ver-o-Açaí, os pratos entraram no cardápio a pedido dos próprios clientes
No Ver-o-Açaí, os pratos entraram no cardápio a pedido dos próprios clientes | Wagner Santana

A edição 2021 do Festival Gastronômico Estrela Azul encerra neste domingo (23), deixando saudade entre os restaurantes e um gosto de quero mais para os clientes. Pelo segundo ano, o circuito adotou o formato delivery, em virtude da pandemia. No total, 33 restaurantes participam do festival - todos com um cardápio exclusivo, que custa R$ 59,90 (entrada, prato principal e sobremesa). Peixes, camarão e filé são alguns dos itens que compõem o menu e são preparados com insumos e ingredientes regionais, entre eles o tucupi, o jambu e a castanha-do-pará.

É a última chance de aproveitar. Basta acessar o site do festival (estrelaazul.diarioonline.com.br), ver os estabelecimentos participantes, conhecer o cardápio e entrar em contato com o restaurante. O festival Estrela Azul Delivery é uma realização do Diário do Pará, com parceria comercial da Claro, Doratta Fry e Sebrae.

O circuito gastronômico este ano durou quase um mês, começando no último dia 25 de abril. O evento já faz parte do calendário dos locais preferidos da cidade, cujos proprietários ficam aguardando para apresentar novidades deliciosas para o público e que acabam entrando para o cardápio dos estabelecimentos.

Este foi o caso, por exemplo, do restaurante Ver-o-açaí, que trouxe para o público do festival o Quiviú de entrada, criou como prato principal o ‘Só toddy de dourada’ e de sobremesa ofereceu o pudim de café com geleia de açaí. “Já mandei fazer uma nova arte para o cardápio impresso. O prato entrou para o menu a pedido do público. Inclusive, quem experimentou o Estrela Azul Delivery veio aqui no restaurante pedir o mesmo prato – que até então era servido apenas para os clientes do festival, no delivery”, relatou Maurício Façanha, proprietário do restaurante.

O empresário comparou a edição deste ano com a do ano passado e calculou um aumento de 40% no número de pedidos. “Correspondeu demais às expectativas e nos deu um fôlego para equilibrar as finanças, inclusive. Não é segredo que estávamos saindo de um lockdown e consequentemente a gente vinha enfrentando uma crise. Não só aqui, mas em todos os restaurantes de Belém. O festival veio para nos ajudar e ajudar a divulgar o que temos de melhor, que é a gastronomia”, disse.~

DEMANDA

Karla Oliveira, dona do restaurante Cantinho do Pará, foi estreante no Festival Estrela Azul. Participa pela primeira vez e está feliz com o resultado obtido. “A gente já queria participar desde o ano passado. O Estrela Azul, para mim, já é considerado o maior evento gastronômico do Estado do Pará e este ano pude confirmar isso. O público não participou de forma presencial, aqui no restaurante, mas aproveitou de casa. Foram muitos pedidos e a demanda não para de chegar”, pontuou.

 

O Cantinho do Pará reinventou o prato principal para participar do festival e o público adorou
O Cantinho do Pará reinventou o prato principal para participar do festival e o público adorou | Divulgação
 


Ela reinventou o prato principal - que é uma farofa de pirarucu seco, com camarão rosa, tucupi, jambu e castanha-do-pará – para poder participar do Festival. “O público adorou e já faz parte do cardápio da casa. Estamos felizes com o retorno que o Estrela Azul nos deu. Agregou valores e deu uma movimentada no nosso trabalho”, ressaltou.

O Sushi Ruy Barbosa, que participa do festival desde a primeira edição, apostou num prato que já existe no cardápio, o ‘filhote Ruy Barbosa’, e conquistou novos clientes, fidelizando também os que já são amigos da casa. A chef de cozinha Neliane Souza voltou para o restaurante exclusivamente para atender a demanda do festival. “O prato sempre foi o diferencial da casa pelos ingredientes que leva. O público aprecia a regionalidade e a gente só faz experimentar agregando os sabores”, comentou.

 

No Sushi Ruy Barbosa, a combinação entre a experiência da casa e experimentações agradaram
No Sushi Ruy Barbosa, a combinação entre a experiência da casa e experimentações agradaram | Wagner Santana
 


O proprietário do empreendimento, Paulo Victor Braga, também avaliou de forma positiva os resultados alcançados com esta edição do circuito gastronômico. Frisou que as vendas no delivery deram um salto e a maior parte – quase 100% - dos pedidos foram do cardápio do Estrela Azul. “O menu vem com um preço acessível a todos, contemplando entrada, prato principal e sobremesa. A gente sabe que o Festival Estrela Azul é sério, engajado com a causa da gastronomia paraense. Estamos muito felizes de participar e fechar a parceria com o Diário do Pará”, afirmou.

Restaurantes participantes

1 - A Ilha PoolBar

2 - Alemão Food

3 - Amazon Beer

4 - Armazém padaria gourmet

5- Bar do Parque

6 - Beto Salomão

7 - Bosque Sport Bar

8- Boteco do Arsenal

9 - Boteco do Camarão

10 - Burguer & Co

11 - Cantinho do Pará

12- Clube Espeto Grill

13 - Confraria Tucuruvi

14 - Dandara Restô

15 - Famiglia da Pizza

16- Família do Caranguejo

17 - Famiglia Sicília

18 - Grand Cru

19 - La Travista

20- Mango Alimentação Saudável

21 - Manjar das Garças

22 - Maria Belém

23 - Moquén

24 - Pastel Pai D’égua

25 - Pizza do Macaco

26 - Santa Orgânica

27 - Soprano

28 - Sushi Ruy Barbosa

29 - Sweet by Bebel Lima

30- The Pug

31 - Ver-o-Açaí

32 - Villa Russel

33 - Adega das Onze

Como funciona e como participar

- O festival encerra hoje (23)

- Conta com a participação de 33 restaurantes que oferecem um cardápio desenvolvido por seus conceituados chefs exclusivamente para o festival

- O menu é composto por entrada, prato principal e sobremesa, a um preço bem em conta: R$ 59,90, o mesmo dos festivais de 2019 e 2020

- As entregas são feitas pelos restaurantes. Alguns vão usar aplicativos e outros farão por conta própria, WhatsApp ou telefone fixo. Cada restaurante vai determinar se faz entrega grátis ou cobra taxas normais de delivery

- O público pode conferir os restaurantes participantes e os cardápios de cada um no site e no Instagram @festivalestrelaazul.

- Patrocínio: Claro, Doratta Fry e Sebrae-PA

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS