Diário Online
Notícias / Mundo Notícias
PESQUISA

Covid-19 deixa marca nas unhas dos contaminados? Entenda!

Segundo o ‘Independent’, marcas nas unhas podem apontar como o mais recente sinal de que uma pessoa já pode ter contraído a Covid-19.

segunda-feira, 24/05/2021, 12:47 - Atualizado em 24/05/2021, 12:45 - Autor: Com informações Istoé

Google News

Pacientes que já tiveram a doença, este tipo de sintomas têm aparecido sem complicações adicionais, como por exemplo erupções cutâneas.
Pacientes que já tiveram a doença, este tipo de sintomas têm aparecido sem complicações adicionais, como por exemplo erupções cutâneas. | Divulgação

Sabemos que desde o surgimento do novo coronavírus vários sintomas e sequelas da Covid-19 são investigados por diversos cientistas pelo mundo. Alguns, inclusive, parecem ser muito incomuns. Contudo, você é aquele tipo de pessoa que repara bem aos sinais que o seu corpo dá? Se não, é bom ficar atento.

Segundo o ‘Independent’, marcas nas unhas podem apontar como o mais recente sinal de que uma pessoa já pode ter contraído a Covid-19.

Tim Spector, principal pesquisador da ‘Zoe Covid Symptom Study’, que estuda o rastreamento de novos sintomas da Covid-19, revelou que “as unhas de Covid estão cada vez mais sendo reconhecidas como um sintoma da doença. Depois de a pessoa recuperar da infeção, a unha cresce deixando visível uma linha clara”, explica.

O pesquisador esclareceu também que pacientes que já tiveram a doença, este tipo de sintomas têm aparecido sem complicações adicionais, como por exemplo erupções cutâneas, e são inofensivos.

Um outro artigo publicado no Canadian Medical Association Journal, revela que um homem de 45 anos apresentou marcas visíveis nas unhas das mãos e dos pés três meses e meio depois de ser diagnosticado com Covid-19.

De qualquer forma, é importante ressaltar que estes sinais não são exclusivos da Covid-19, podendo surgir como resultado de muitas doenças diferentes. Portanto, caso aparecerem em você, não tome isso como um sinal de que foi infetado pelo coronavírus. Consulte um médico e investigue as causas. 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS