Diário Online
Notícias / Mundo-Notícias
VIAGEM

Estados Unidos reabrem fronteiras para turistas brasileiros

Viajantes deverão apresentar comprovante de vacinação completa e teste negativo para Covid-19

segunda-feira, 20/09/2021, 14:23 - Atualizado em 20/09/2021, 15:10 - Autor: Com informações do USA Today


Casa Branca ainda vai definir quais vacinas serão aceitas para ingresso de turistas em solo estadunidense
Casa Branca ainda vai definir quais vacinas serão aceitas para ingresso de turistas em solo estadunidense | Pascual De Ruvo - Wikimedia Commons

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, em março de 2020, os Estados Unidos anunciaram o fechamento de suas fronteiras para viagens não essenciais, incluindo as atividades de turismo. Não poderiam ingressar em território norte-americano os turistas oriundos da China, Reino Unido, Irlanda e outras 29 regiões da Europa, além de Irã, África do Sul, Índia e Brasil.

Nesta segunda-feira (20), os Estados Unidos anunciaram um novo sistema de viagens aéreas internacionais, abrindo as fronteiras, a partir do início de novembro, para todos os estrangeiros vacinados contra a Covid-19.

Covid-19: China "fecha" cidade com 5 milhões de habitantes

"Este requisito de vacinação implanta a melhor ferramenta que temos em nosso arsenal para manter as pessoas seguras e prevenir a propagação do vírus", disse o coordenador de resposta da Covid-19 da Casa Branca, Jeff Zients. "As vacinas continuam a mostrar que são altamente eficazes, inclusive contra a variante delta, e o novo sistema nos permite implementar protocolos rígidos para evitar a disseminação da Covid-19."

Os viajantes precisarão apresentar comprovante de vacinação completa antes de embarcar em aviões com destino aos Estados Unidos. Também será necessário apresentar teste Covid-19 feito dentro em no máximo três dias antes da partida, além de prova de resultado negativos. Não haverá necessidade de quarentena.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças divulgarão uma lista de vacinas aceitas antes que a nova política entre em vigor, bem como um pedido de rastreamento de contato que exige que as companhias aéreas coletem informações como números de telefone e endereços de e-mail de todos os viajantes com destino aos Estados Unidos.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS