Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
DELTA E ÔMICRON

Delmicron: EUA registram supervariante do coronavírus

Segundo especialistas, a "Delmicron" é a fusão entre as duas cepas. A supervariante transmite-se ainda mais rapidamente.

terça-feira, 28/12/2021, 17:29 - Atualizado em 28/12/2021, 17:28 - Autor: Com informações noticiasaominuto

Google News

Imagem ilustrativa da notícia Delmicron: EUA registram supervariante do coronavírus
| Reprodução

Os cientistas dos Estados Unidos emitiram um alerta, nesta terça-feira (28), para um novo surto verificado no país e na Europa que nasceu na combinação das duas estirpes – Delta e Ômicron, segundo revelou o "Financial Express".

De acordo com os especialistas, a "Delmicron" transmite-se ainda mais rapidamente e, embora as infeções da Covid-19 envolvam apenas uma variante, duas podem atacar simultaneamente em casos extremamente raros.

Segundo os pesquisadores, os sintomas da Delmicron são os mesmos da cepas Ômicron e Delta e que incluem temperatura elevada, tosse persistente, perda de paladar e aroma, corrimento nasal, dores de cabeça e dores de garganta.

Veja também:


Paul Burton, diretor médico da farmacêutica Moderna, reforçou que a nova supervariante surge quando as variantes Ômicron e Delta infectam alguém ao mesmo tempo. Dados publicados da África do Sul demonstram que pessoas, sobretudo imunocomprometidas, podem ter ambas as linhagens, segundo referiu Paul Burton ao ‘Daily Mail’, no início do mês de dezembro.

Os especialistas apontam que a Ômicron ainda não causou casos graves nos Estados Unidos e na Europa. Já a estirpe Delta é mais perigosa mas a Delmicron está atualmente a propagar-se tanto no continente europeu como na América.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS