Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
DOENÇA VIRAL

EUA confirma 1º caso de “varíola dos macacos”

Segundo as autoridades de saúde, o paciente, que viajou recentemente para o Canadá, está internado em condição estável

quinta-feira, 19/05/2022, 15:13 - Atualizado em 19/05/2022, 15:11 - Autor: Com informações CNN

Google News

Os doentes com varíola dos macacos desenvolvem uma erupção na pele que pode formar bolhas
Os doentes com varíola dos macacos desenvolvem uma erupção na pele que pode formar bolhas | Reprodução

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos está colaborando com autoridades de saúde do estado de Massachusetts em investigação sobre um caso de "varíola dos macacos", informou a agência nesta quarta-feira (18).

Na semana passada, o Reino Unido também confirmou mais dois casos de pessoas com "varíola dos macacos". Os doentes desenvolvem uma erupção na pele que pode formar bolhas.

De acordo com as autoridades de saúde de Massachusetts, o caso de varíola foi diagnosticada em um homem no estado que viajou recentemente para o Canadá. O paciente está internado com quadro de saúde estável no General Hospital, afirmou o Dr. Paul Biddinger, em coletiva de imprensa. O homem está em uma sala de isolamento de infecções desde a última quinta-feira (12).

“Este paciente, felizmente, está indo muito bem agora, embora tenha sintomas que exigem hospitalização”, disse a Dra. Erica Shenoy.

Biddinger disse não ter certeza de como o paciente foi infectado, mas enfatizou “que historicamente, é uma doença muito rara, com transmissão muito rara em todo o mundo. O que vimos no Reino Unido, na Espanha e na Europa, tem sido novo e isso nos preocupa, mas, acho que apropriadamente, as pessoas não devem ter medo agora”.

Veja também:

O paciente atual “não apresenta risco à saúde pública”, disse a doutora, acrescentando que as pessoas devem “estar cientes dos sintomas, mas não ter medo”.

Shenoy, diretora médico do Centro de Tratamento de Patógenos Emergentes e Especiais, informou que o paciente tem a cepa da varíola da África Ocidental, que é conhecida por ser menos grave.

As autoridades estão realizando o rastreamento de contatos do paciente, acrescentou Shenoy. O teste do indivíduo foi concluído pela primeira vez no laboratório de saúde pública do estado na terça-feira (17) e na quarta o CDC confirmou o caso por meio de seus próprios testes.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS