Diário Online
Notícias / Notícias Pará
NA CARA DURA

 Golpista tenta 'passar a perna' em PM paraense e acaba preso

Policial colocou à venda um colar no valor de R$17 mil e o criminoso ficou interessado

terça-feira, 03/11/2020, 15:34 - Atualizado em 04/11/2020, 17:43 - Autor: Com informações Portal de Carajás


 Nazareno Borges Leitão, 41 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (2), em Parauapebas
Nazareno Borges Leitão, 41 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (2), em Parauapebas | Reprodução/Whatssap

Um homem identificado como Nazareno Borges Leitão, 41 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (2), em Parauapebas, suspeito de tentar aplicar um golpe em um Policial Militar. De acordo com as autoridades, o militar havia colocado à venda, no site OLX, um colar no valor de R$17 mil. Nazareno interessou e avisou o proprietário e em seguida enviou um comprovante falso de depósito, e acabou sendo descoberto.

O policial, que não teve a identidade revelada, disse a imprensa local, que o suspeito ligou dizendo que estava interessado no cordão. O PM perguntou qual seria a forma de pagamento e ele respondeu que pagaria em dinheiro. “Mandou um comprovante da transação e eu desconfiei da situação”, revelou o policial.

 Nazareno Borges Leitão, 41 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (2), em Parauapebas.
Nazareno Borges Leitão, 41 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (2), em Parauapebas. | Divulgação
 

O acusado mandou um motoboy buscar a joia na casa do proprietário. Quando o policial questionou se o motoqueiro conhecia seu cliente, este disse que havia recebido R$50 para transportar a encomenda. O policial mandou que o rapaz ligar para o criminoso, avisando que já estava a caminho. Mas, o PM foi junto e efetuou a prisão em flagrante.

VEJA TAMBÉM!


A delegada Ana Carolina, que cuida do caso, informou que o suspeito usava o aplicativo WhatsApp com uma foto de um agente do Detran de Belém, que foi uma de suas vítimas. Para praticar o crime, ele se identificava como Samuel Monteiro, e através da OLX fazia compras com falsos depósitos.

A delegada ressalta que ainda não foi possível levantar quantos golpes foram aplicados por Nazareno, porém, mais de vinte pessoas procuraram a delegacia informando terem sofrido golpe pelo mesmo usuário do aplicativo. A delegada alerta que os cidadãos estejam mais atentos na hora de fazer a compras pela internet, pois, 90% dos golpes no município são oriundos da OLX.

Na delegacia, Nazareno não queria revelar a verdadeira identidade, se apresentando como Marcelo Moura Araújo. Ele responde por dois homicídios na cidade de Ananindeua e tem um mandado de prisão de sentença condenatória por homicídio e agora está a disposição da justiça. 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS