Notícias / Notícias Pará
COVID-19

Em tom incisivo, Helder vai à TV e diz a prefeitos que "é hora de salvar vidas!"

Segundo o governador, o Oeste do Pará já está enfrentando uma segunda onda da Covid-19

sexta-feira, 22/01/2021, 10:29 - Atualizado em 22/01/2021, 10:29 - Autor: ( com informação do Portal OESTADONET )


Segundo Helder, já são mais de 7.700 pessoas mortas em consequência da Covid-19 no estado do Pará
Segundo Helder, já são mais de 7.700 pessoas mortas em consequência da Covid-19 no estado do Pará | Antonio Cruz / Agência Brasil

O governador Helder Barbalho afirmou em entrevista exibida hoje (22) pela TV Tapajós, de Santarém, que convocou os prefeitos do Baixo Amazonas para que adotem medidas restritivas em seus municípios de forma a conter a segunda onda de Covid-19 no Oeste do Pará, em consequência do agravamento da pandemia no estado vizinho, o Amazonas.

"Ontem, ao chegar dos municípios, fiz uma videoconferência com todo os prefeitos da região do Baixo Amazonas pedindo que cada um possa colaborar neste sentido.(...) É hora de salvar vidas. Eu tenho que pensar na maioria, pensar na sociedade, pensar como líder e proteger a maioria da população.", afirmou o governador.

Helder relembrou que houve mudança no bandeiramento da região do Baixo Amazonas. "Passamos da bandeira laranja para a vermelha. A classificação vermelha no novo bandeiramento é de alto risco, acima disto, só o lockdown, que é a medida extrema que todos nós já experimentamos", afirmou.

Segundo Helder, já são mais de 7.700 pessoas mortas em consequência da Covid-19 no estado do Pará, e reafirmou que o Estado já enfrenta uma segunda onda da doença. Em Santarém, o novo decreto municipal fechou bares, academias, restaurantes (permitido só delivery), e reduziu o horário do comércio.

Segundo informações prestadas ao programa Bom Dia Santarém, Helder destacou que no distrito do Maracanã, em Faro, há uma contaminação em alta escala, assim como em Terra Santa e Oriximiná. "Percebe-se, claramente, que a quantidade de pessoas infectadas e a procura pela rede municipal de saúde aumentou. Isto nos leva a conclusão de que nós estamos voltando para uma infecção fora da curva".

"Particularmente, aqui na região no Baixo Amazonas, que faz divisa com o estado do Amazonas, nós precisamos ter a consciência dos risco, ter a consciência da necessidade de nos proteger. Seguir as medidas preventivas e medidas sanitárias necessárias. Por isso o Governo do Estado tem agido com o objetivo de ampliar as ofertas de leitos e dos serviços", observou o governador.

Durante a entrevista, Helder informou que o Barco Hospital Papa Francisco está em Faro para ajudar a região na crise. "Lamentavelmente, as imagens são de pessoas que estão amontoadas dentro de uma unidade de saúde. Não podemos deixar que isso aconteça! Nós fizemos ontem 15 remoções de pacientes que estavam na comunidade Maracanã, e estamos neste momento com quatro helicópteros e um avião, apenas para fazer remoção de pacientes", disse Helder Barbalho.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS