Notícias / Notícias Pará
JUSTIÇA

Pastor assassino de Cametá é condenado a 30 anos de prisão por matar empresária

Jaiane foi encontrada morta dentro de sua loja. Uma câmera de segurança flagrou o momento em que pastor Josias a atacou.

terça-feira, 23/02/2021, 19:19 - Atualizado em 23/02/2021, 19:19 - Autor: DOL


Pastor Josias e sua vítima, a empresária Jaiane Cruz.
Pastor Josias e sua vítima, a empresária Jaiane Cruz. | Acervo Pessoal

A Justiça condenou o pastor Josias Santos a 30 anos de prisão pelo assassinato da empresária Jaiane Molinare Cruz, ocorrido em março do ano passado, em Cametá, nordeste paraense. A sentença foi determinada no começo da noite desta terça-feira (23) e o preso não poderá recorrer dela em liberdade.

A empresária foi morta dentro da própria loja, na manhã do dia 6 de março. A vítima, conhecida na cidade pela venda de roupas, foi encontrada dentro do banheiro do estabelecimento, com sinais de espancamento. Ela tinha 35 anos. 

Imagens de uma câmera escondida da loja, instalada dias antes do crime, mostram Josias no local momentos antes do corpo de Jaiane ser encontrado. No vídeo, não divulgado pela polícia, o suspeito chega ao local, conversa com a empresária e, em seguida, sai da loja. Instantes depois ele retorna e ataca a mulher. A ação do criminoso foi flagrada pela câmera escondida. 

Durante a ação, o criminoso levou o celular e pertences da vítima, o que indica que houve latrocínio (roubo seguido de morte). A polícia também foi informada que a jovem estava prestes a fazer investimentos na loja.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS