Notícias / Notícias Pará
FIQUE ATENTO

Prazo para enviar declaração do IR encerra em 10 dias

Ocorreu a prorrogação da data devido a pandemia.

sexta-feira, 21/05/2021, 09:08 - Atualizado em 21/05/2021, 09:07 - Autor: Alexandra Cavalcanti


Auxílio emergencial e criptomoedas deverão ser declarados
Auxílio emergencial e criptomoedas deverão ser declarados | Marcello Casal jr/Agência Brasil

O prazo final para entrega da declaração do Imposto de Renda 2021 termina em 10 dias, às 23h59 de 31 de maio. Esse limite já é a prorrogação dada pela Receita Federal devido à pandemia do coronavírus. Anteriormente a entrega estava prevista para 30 de abril. Por essa razão, os contribuintes devem ficar atentos para não perder a data, porque caso isso ocorra terão que arcar com multa de 1% sobre o imposto devido ao mês, com valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido. Além disso, poderá ficar com o CPF pendente de regularização.

Supervisora Regional do Imposto de Renda, Luiza Maria Pinto explica que a expectativa do órgão é receber um total de 32 milhões de declarações de todo o país este ano. No Pará, esse número é de 642.700. “A Receita já recebeu até agora um total de 22 milhões de declarações, o que representa cerca de 68% da totalidade. Os paraenses, por enquanto, estão alcançando um índice maior em relação aos outros estados da região com 480 mil declarações entregues, cerca de 74,68% do total”, informa.

A servidora da Receita explica que quem ainda não declarou deve fazer isso o quanto antes, porque ao que tudo indica não haverá mais mudança no prazo final. “Dez dias é um prazo bem apertado se pensarmos que o programa está disponível para ser baixado pelos contribuintes desde o mês de fevereiro e o prazo para o envio começou em 1º de março”, diz.

PROGRAMA

Para não perder mais tempo e deixar para o último momento, a supervisora aconselha baixar o programa do IR 2021 no site da receita (www.gov.br/receitafederal/pt-br). Nesse aspecto, ela destaca que o programa usado no ano passado para preencher a declaração do IR 2020, não serve mais para fazer a declaração deste ano. “Tem que baixar o programa específico para 2021, porque ele está totalmente ajustado às regras vigentes este ano, por isso a declaração tem que ser feita nele, que pode ser baixado tanto no computador, quanto em dispositivos móveis, como tablets e celulares. É possível fazer também diretamente no site da Receita sem a necessidade de baixar o programa”, detalha.

AUXÍLIO

É importante ainda buscar informações sobre quem precisa fazer a declaração em 2021, embora tenham sido feitas poucas alterações com relação a isso ao longo dos anos. De modo geral, precisa declarar quem recebeu mais de R$ 28.559,70 de renda tributável no ano passado, como salários, aposentadoria ou aluguéis, por exemplo, e quem ganhou mais de R$ 40 mil em rendimentos isentos, como indenização trabalhista, saque do FGTS ou rendimento de poupança, entre outras situações, que vêm se repetindo.

Este ano, porém, existe uma novidade. “Ano passado o governo Federal concedeu o Auxílio Emergencial para aqueles com dificuldades para enfrentar esse momento que estamos passando de pandemia. Portanto, quem recebeu essa ajuda junto com outros rendimentos tributáveis acima de R$ 22.847,76, terá que fazer a declaração do IR 2021 e também terá que devolver o auxílio”, alerta.

 

|
 


PARA ENTENDER

PARÁ (folha de maio/21)

- Total de benefícios: 923.120.

- Total de benefícios com 13º: 700.587 (número de benefícios com 13º).

- Valor Líquido Total de Pagamento: R$ 1.536.259.556,12.

- Valor Total de 13º: R$ 473.730.878,28.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS