Diário Online
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
ALERTA

Prefeitura alerta para que jovens se vacinem em Belém

Grupos de faixas etárias não estão indo aos postos nos finais de semana por causa das férias, mas especialista diz que imunização agora é necessária

sexta-feira, 16/07/2021, 07:27 - Atualizado em 16/07/2021, 08:05 - Autor: Suênia Cardoso


Sesma destaca a importância de fazer a vacinação de acordo com o calendário definido
Sesma destaca a importância de fazer a vacinação de acordo com o calendário definido | Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), órgão da Prefeitura de Belém, tem chamado a atenção dos seus seguidores nas redes sociais sobre a necessidade de estarem atentos à chegada da vacinação para os grupos que ainda não foram contemplados. Isto porque, em decorrência do verão e das férias escolares, nos finais de semana é comum que as pessoas saiam da cidade com destino a praias ou balneários, comprometendo, consequentemente, o calendário de vacinação dos grupos prioritários.

Nas redes sociais da Prefeitura, uma postagem de um usuário destaca os nascidos em 1991 e solicita à Secretaria que evite a vacinação aos finais de semana, já que as pessoas viajam. Em resposta, a Sesma argumentou que precisa escolher prioridades e que quando as vacinas chegarem novamente à cidade, a estratégia será imunizar a população o mais rápido possível para evitar que o vírus faça mais vítimas. E finaliza informando que “não dá para esperar os alecrins dourados voltarem das praias para iniciar o calendário de vacinação”.

Mesmo diante de um cenário de pandemia somado a um período de diversão maior, a infectologista Andréa Beltrão alerta para o fato de que muitos indivíduos não estão vacinados e temem o imunizante por conta da proibição do consumo de bebida alcoólica. “Vemos muitos jovens em atividade, trabalhando, mas que ainda não se vacinaram porque não podem beber e as férias e a praia são sinônimos disso. Ou seja, estas pessoas estão postergando a vacina e devem entender que a prioridade neste momento é a saúde e não a diversão”, opina. “O ideal é deixar a diversão um pouco de lado e se vacinar para depois se divertir mais tranquilamente. Momentos de animação terão sempre e agora é a hora de aproveitar o momento da vacina”.

 

|
 


Ainda segundo ela, um prazo adequado para não ingerir bebida alcoólica seria de 48 a 72 horas. “Porque a bebida reduz a imunidade e corre-se o risco de a vacina não formar o anticorpo adequadamente. Porém, a baixa imunidade não está relacionada somente à bebida. Uma má alimentação também pode afetar o sistema imunológico da pessoa”, completa.

Embora os números de casos de covid-19 na capital estejam reduzindo, é importante lembrar que ainda estamos em um período de pandemia e que as medidas sanitárias devem continuar sendo adotadas nesta época. “Reduzimos o número de casos de mortalidade, porém a pandemia não terminou. O distanciamento social, o uso de máscaras, álcool em gel, a lavagem das mãos e evitar aglomerações vão continuar. Sabemos que nas férias muitas pessoas vão para os balneários, e embora seja um lugar aberto e arejado e que dificulta o uso de máscaras devido ao calor, é importante ter o cuidado de não aglomerar. Temos novas variantes agressivas, tanto quanto a que passamos pela segunda onda”, afirma a infectologista.

Calendário

A Prefeitura de Belém disponibiliza aos usuários informações sobre o calendário de vacinação contra a covid-19 dos grupos prioritários no link.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS