Notícias / Notícias Pará
COM BAIXA OCUPAÇÃO

Helder anuncia fechamento do Hospital de Campanha do Hangar

Em Belém e em outras regiões do Pará serão inaugurados Centros especializados em Covid-19

quarta-feira, 15/09/2021, 11:31 - Atualizado em 15/09/2021, 14:27 - Autor: Augusto Rodrigues


Com apenas 18 leitos ocupados, Hangar deixará de ser hospital de campanha em cerca de 30 dias. Hospital Santa Terezinha será o Centro Especializado em Covid-19 na capital
Com apenas 18 leitos ocupados, Hangar deixará de ser hospital de campanha em cerca de 30 dias. Hospital Santa Terezinha será o Centro Especializado em Covid-19 na capital | Reprodução - YouTube

Em pronunciamento na manhã desta quarta-feira (15), o Governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou mudanças na estratégia estadual de combate à pandemia do novo coronavírus. Devido à queda na ocupação de leitos, o Hospital de Campanha de Belém, instalado no Hangar Centro de Convenções, será desativado. Na capital, a nova unidade de referência no tratamento à Covid-19 será o hospital Santa Terezinha.

Covid-19: veja quem vacina em Belém e cidades da RMB

Ananindeua vacina pessoas de 30 a 33 anos

De acordo com os registros da Secretaria de Estado da Saúde do Pará (Sespa), no que diz respeito à procura de leitos para pacientes com Covid-19, o atual cenário é o melhor desde o início da pandemia – o pior momento foi abril do ano passado: estão ocupados 23,6% dos leitos clínicos para adultos e 28% dos leitos de UTI adulto voltados exclusivamente para pacientes com Covid-19.

 

Taxa de ocupação no Pará
Taxa de ocupação no Pará | | Sespa
 

A queda na procura por leitos é atribuída ao avanço da vacinação no estado: 4.284.691 pessoas receberam ao menos uma dose da vacina contra a Covid-19 no Pará (50,57% da cobertura); 2.698.884 pessoas já receberam a segunda dose da vacina (31,85% de cobertura).

 

Vacinação no Pará
Vacinação no Pará | | Sespa
 

Hangar

Em aproximadamente 30 dias, o Hospital de Campanha que funciona no Hangar será desativado. Atualmente, 18 pacientes são atendidos no local. O Hangar passará por higienização e desinfecção, seguido de análise técnica para a previsão de retomada do espaço como centro de convenções.

O Hospital de Campanha do Hangar iniciou suas atividades no dia 10 de abril de 2020. Cerca de 1200 leitos, exclusivos para Covid-19, foram abertos, a partir de abril de 2020, em hospitais de campanha em Belém, Marabá, Santarém, Altamira e Breves. O Governador também ressaltou que, durante a pandemia, foram inaugurados os Hospitais Regionais de Capanema, Castanhal, Itaituba e Conceição do Araguaia.

Novo local para atendimento de pacientes com Covid-19 em Belém

O hospital Santa Terezinha, localizado na avenida Magalhães Barata, foi contratado pela Administração do Estado e funcionará como Centro Especializado em Covid-19 na capital paraense. A estrutura contará com 120 leitos (60 leitos clínicos e 60 leitos de UTI).

Centros especializados em Covid-19 nas demais regiões do Pará

Dois centros especializados, em Parauapebas e Bragança, já foram abertos. As regiões, sudeste, oeste e Marajó receberão, também, estruturas de referência em Covid-19.

Estratégia de vacinação

Segundo Helder Barbalho, a estratégia de vacinação do Estado terá como foco o atendimento do público jovem, acima dos 12 anos, além do reforço, com terceira dose, para idosos acima de 70 anos.

Na última sexta-feira, representantes do Governo do Estado estiveram em audiência com o Ministério da Saúde, questionando a defasagem de no envio de doses de vacinas ao Pará. Segundo a Sespa, o Pará recebeu cerca de 1,4 milhão de doses a menos do que o necessário para imunizar a população do estado.

Na próxima quarta-feira (22), representantes do Governo do Pará estarão em São Paulo para o recebimento da primeira compra direta de doses da Coronavac, do Instituto Butantã.

“É hora de unir esforços em favor de mais vacinas, para que com isso possamos atender, seja as pessoas que moram nas cidades, chegar às comunidades ribeirinhas que ainda não tiveram vacinação, nas comunidades indígenas, nas comunidades quilombolas, onde estiver um paraense, que nós possamos lá chegar, validando essa estratégia de vacinação, já que é fruto da vacina, que hoje nós podemos vir aqui para festejar que a redução na procura por leitos, clínicos e de UTI, nos permite com segurança, com estratégia e planejamento, pautados na ciência e nos dados estatísticos, podermos fechar o Hospital de Campanha do Hangar e podermos ter uma nova estratégia buscando a normalidade do sistema de saúde”, concluiu o Governador.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS