Diário Online
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
COVID-19

Só hoje! Belém volta convocar adolescentes para 1ª dose

Chamada feita em caráter emergencial pela Prefeitura de Belém contempla jovens e adolescentes de 12 a 17 anos, somente neste sábado (30).

sábado, 30/10/2021, 14:54 - Atualizado em 30/10/2021, 18:09 - Autor: Diário Online


A chamada aos jovens e adolescentes de Belém é válida apenas para este sábado (30).
A chamada aos jovens e adolescentes de Belém é válida apenas para este sábado (30). | Marcelo Seabra/Agência Pará

O mutirão da vacina iniciou nesse final de semana e segue até o dia 2 de novembro em todo o território paraense, com o objetivo de atingir a cobertura vacinal necessária e combater o contágio provocado pelo novo coronavírus. Aplicar 1 milhão de doses na população durante esse período pode ser tarefa difícil, afinal, mesmo com a chamada feita com antecedência, a baixa procura é sentida em algumas cidades, como na capital paraense.

Belém prorroga Campanha de Multivacinação e faz novo Dia D

No início da tarde deste sábado (30), a Prefeitura de Belém, através de um comunicado feito nas redes sociais, voltou a convocar jovens e adolescentes para a primeira dose da vacina contra a Covid-19, caso tenham perdido  prazo. A chamada é única e válida apenas hoje.

Convocação

“Devido à baixa procura nos pontos de vacinação pela vacina da Covid-19, a Sesma informa que além dos adultos (18 anos ou mais) que perderam a primeira ou a segunda dose, está abrindo para a primeira dose dos adolescentes, de 12 a 17 anos”, diz o comunicado da Prefeitura, ressaltando que abre a chamada também para os profissionais da saúde.

“Portanto, qualquer pessoa com 12 anos ou mais poderá ir vacinar já neste sábado, 30. Os profissionais da saúde que vacinaram a segunda dose até julho também poderão tomar a terceira dose, hoje”, reforça o comunicado.

Prefeitura quer ampliar cobertura

A Prefeitura de Belém informou que estuda um método que possibilite ampliar a cobertura vacinal na capital paraense, levando os agentes de saúde às escolas públicas municipais de ensino e em unidades do setor privado. Por se tratar de uma avaliação inicial, ainda não há detalhes a respeito da iniciativa.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS