Diário Online
Notícias / Notícias Pará
AVANÇO NA ECONOMIA

Pará tem 180 mil trabalhadores de volta ao mercado

Segundo pesquisa do IBGE, Estado registrou diminuição de pessoas desocupadas entre julho e setembro deste ano de 13,5% para 11,9%

quarta-feira, 01/12/2021, 08:49 - Atualizado em 01/12/2021, 10:18 - Autor: Luiza Mello/ Diário do Pará


Estado tem 3,5 milhões de pessoas no mercado de trabalho, segundo o IBGE
Estado tem 3,5 milhões de pessoas no mercado de trabalho, segundo o IBGE | Wagner Santana/Diário do Pará

As taxas de desemprego no Pará estão caindo a cada semestre, de acordo com dados divulgados ontem, 30, pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE). A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua -Trimestral) mostra que no 3º trimestre de 2021 as taxas de pessoas desocupadas no Estado recuaram, indo de 13,5% em abril, maio e junho para 11,9% em julho, agosto e setembro. O que significa que 180 mil trabalhadores voltaram ao mercado.

O Dieese mostra que no 3º trimestre deste ano 3.529 milhões de pessoas estavam no mercado de trabalho, aumento de 5,4% (cerca de 180 mil trabalhadores a mais) em relação ao quantitativo de trabalhadores ocupados verificados no 2º trimestre, quando foram registradas nessa categoria 3.347 milhões de pessoas.

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese/PA) analisou os dados do Pnad Contínua e concluiu que houve redução no número de pessoas desocupadas no Estado quando comparados os dados dos dois últimos trimestres avaliados neste ano. Os números mostram que no 3º trimestre (julho, agosto e setembro), o número de desocupados alcançou 475 mil pessoas, contra 515 mil pessoas nessa situação verificadas no 2º trimestre de 2021 (abril, maio e junho). Estes números representam uma queda de 9,3% com uma redução de cerca de 49 mil pessoas no quantitativo total de desocupados em todo o Estado do Pará, informam os técnicos do Dieese.

LEIA TAMBÉM:

Feira Pan-Amazônica do Livro terá esquema de segurança

Do total de pessoas consideradas ‘ocupadas’, estavam na condição de “Empregado”, cerca de 1.950 milhão de pessoas, o equivalente a cerca de 55,2% do total de trabalhadores ocupados em todo o Estado. Na condição de “trabalhador por conta própria” foram identificadas cerca de 1.273 milhão de pessoas, ou o equivalente a cerca de 36,1% do total de trabalhadores ocupados em todo o Estado. O Pará é a terceira unidade da Federação com os índices mais altos de pessoas que trabalham por conta própria, chegando a 36,1% de trabalhadores, atrás somente do Amazonas (36,4%) e Amapá (38,2%).

Outras categorias identificadas na análise do Dieese são: “trabalhador familiar auxiliar”, com cerca de 175 mil pessoas (equivalente a cerca de 5,0% do total de trabalhadores ocupados no Pará) e cerca de 132 mil pessoas estavam na condição de “empregador”, o que equivale a cerca de 3,7% do total de trabalhadores ocupados em todo o Estado.

Considerando a região Norte, as taxas de desocupação também recuaram, indo de 14,1% no 2° trimestre de 2021 para 12,0% no 3° trimestre, o que coloca a região em terceira posição nas taxas das regiões do país em que o nível de desocupação é menor, ficando atrás apenas do Centro-Oeste (9,2%) e Sul (7,5%).

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS