Diário Online
Notícias / Notícias Pará
BELÉM

Governo entrega segunda Usina da Paz na Cabanagem

Inovador na forma e no conteúdo, o projeto da UsiPaz muda cenário, olhares e a forma como a população da Cabanagem é tratada pelo poder público

quarta-feira, 12/01/2022, 22:11 - Atualizado em 12/01/2022, 22:31 - Autor: Agência Pará


Usina da Paz da Cabanagem foi a segunda entregue pelo governo do Pará
Usina da Paz da Cabanagem foi a segunda entregue pelo governo do Pará | Ricardo Amanajás/Diário do Pará

Uma obra não muda apenas uma paisagem. Quando ela é construída com o objetivo maior de atender demandas históricas da população, a obra também transforma sentimentos. E foi com esse olhar de quem está diante de uma conquista, que a moradora do bairro da Cabanagem, Socorro Meireles, chegou cedo para participar do ato de entrega da segunda Usina da Paz (UsiPaz), na tarde desta quarta-feira (12), em Belém. O complexo de serviços gratuitos à população, que integra o Programa Territórios pela Paz (TerPaz), resulta da parceria entre o governo estadual e a mineradora Vale.

“É um sentimento de pertencimento. Quando eu olho para isso, parece que não é na periferia de Belém; parece que é algo no centro de Belém, para a elite. Porque nunca alguém se lembrou das comunidades menos favorecidas. Mas agora estou muito feliz em ter um espaço desses. É um novo tempo para a Cabanagem”, afirmou a moradora.

A entrega de mais uma UsiPaz na Região Metropolitana de Belém – a primeira foi a do bairro Icuí-Guajará, em Ananindeua -, integrou a programação comemorativa do governo do Estado pelos 406 anos de fundação da capital paraense. No início da solenidade, o governador Helder Barbalho, a primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho (coordenadora voluntária do Programa TerPaz), o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, e demais autoridades estaduais e municipais assistiram à apresentação do grupo de carimbó da terceira idade da Cabanagem. Os moradores também ofereceram um bolo para comemorar o aniversário da capital.

“Hoje é motivo de orgulho para o povo da Cabanagem. O que antes era estampado nos jornais, a violência que aqui imperava, agora é outra a realidade. Após a entrada das ações de segurança e cidadania do TerPaz, hoje quem manda é o morador da Cabanagem. Não há nesse País uma estrutura tão fantástica de cidadania como essa, que o bairro passa a ter. Esse equipamento é de vocês. Cuidem para que ele sempre fique belo”, disse o governador Helder Barbalho.

Para a agente de Endemias Elizabeth Carmona, outra moradora do bairro, a UsiPaz “é uma conquista muito grande, até porque o próprio bairro já foi muito desacreditado. Isso aqui era um terreno horrível. Eu, por várias vezes, cheguei a fazer vistorias aqui porque era um foco muito grande de dengue. Mas agora se tornou esse grande complexo. É uma conquista muito grande para nós, moradores”.

Modelo - O Programa Territórios Pela Paz, que atende sete bairros da (RMB), se destaca como modelo de política pública pela articulação e inovação no Brasil, ao trabalhar pela redução da violência por meio da transformação social, tendo como diferencial um leque de ações integradas de secretarias e outros órgãos estaduais com instituições parceiras.

 

A Usina da Paz Cabanagem vai ofertar mais de 80 serviços gratuitos
A Usina da Paz Cabanagem vai ofertar mais de 80 serviços gratuitos | Ricardo Amanajás/Ag. pará
 


“Há dois anos, por meio do TerPaz, estamos levando uma série de serviços e atendimentos para essa comunidade, e hoje isto é coroado com a inauguração da Usina da Paz. Esse polo gerador de cidadania, direitos sociais, atendimentos e de acolhida a esse povo maravilhoso que merecia ser lembrado, e está sendo a partir de agora. A gente percebe que a comunidade da Cabanagem está exultante, felicíssima, porque agora ela sente um resgaste da sua autoestima, uma atenção e um carinho que merecia há muito tempo, mas que não vinha recebendo, e hoje está recebendo do governador Helder Barbalho”, ressaltou o secretário de Estado de Articulação da Cidadania, Ricardo Balestreri.

O estudante Mederiá Brandão já participou das ações do TerPaz e disse ter ficado emocionado com a entrega da Usina da Paz. “É um sentimento de esperança de novos tempos, por trazer cidadania para o nosso povo, que já foi um território por muito tempo esquecido. Então, é muito importante ter isso aqui, que é da população, e que ela precisa usufruir como um todo. Eu já participei do TerPaz, do Projeto Cenas de Paz, e não abriu só portas de emprego, mas também para minha vida pessoal e familiar. Me fez entender também que o poder público estava do nosso lado”, assegurou.

Diferencial - O projeto da UsiPaz foi desenvolvido pela arquiteta Bel Lobo e se adapta às características climáticas da região amazônica, como chuvas durante todo o ano e altas temperaturas. Neste sentido, as áreas de circulação dentro dos prédios da Usina e da Assistência contam com iluminação e ventilação naturais. Com base no conceito de sustentabilidade, a Usina dispõe de estações de tratamento de esgoto.

O prédio da Assistência tem 32 salas, enquanto o prédio da Usina conta com 19 salas. Esses ambientes são climatizados com sistema VRF moderno, que promove intensa renovação do ar. As instalações também são adaptadas para acesso de pessoas com deficiência.

As obras da Usina da Paz Cabanagem foram executadas em um terreno de 10 mil metros quadrados, localizado na Avenida Damasco, nº 37, próximo à Estrada do Benjamin, em parceria com a mineradora Vale, por meio de um Termo de Cooperação. Na construção foram gerados 130 postos de trabalho. 

Compromisso - “Nós assumimos um compromisso social junto ao governo do Estado, e essa parceria nos dá grande satisfação de poder compartilhar desse momento festivo, no aniversário de 406 anos, entregar esse presente à cidade de Belém. Esta é a primeira entrega que a Vale faz na capital. Já entregamos uma usina em Ananindeua, e ainda outras quatro estão em construção em Belém, Marituba, Parauapebas e Canaã”, informou o diretor de Relações Institucionais da Vale, Luiz Santiago.

A meta do Estado é construir 10 Usinas da Paz na Região Metropolitana de Belém, nos bairros atendidos pelo TerPaz, e no sudeste do Estado, nos municípios de Parauapebas, Canaã dos Carajás e Marabá.

Serviços - Os moradores, a partir desta quinta-feira (13), vão poder usufruir das instalações dos dois prédios principais, onde serão oferecidos diversos cursos, oficinas e atendimento público, aulas de teatro e atividades esportivas (em quadra de areia e piscina semiolímpica). A Usina dispõe ainda de playground, área de viveiro, compostagem e horta, academia ao ar livre e estacionamento.

Serão ofertados gradualmente mais de 80 serviços gratuitos, por órgãos estaduais e entidades parceiras, incluindo atividades nas salas de audiovisual e inclusão digital; atendimento médico e odontológico; consultoria jurídica; emissão de documentos; ações de segurança; capacitação técnica e profissionalizante, e espaço multiuso para feiras, eventos e encontros da comunidade. Também há espaços para cursos livres e de dança, teatro, robótica, artes marciais, musicalização e biblioteca. A Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Pará (Prodepa) também vai dispor de sinal de Wi-Fi gratuito para usuários da Usina da Paz.

O autônomo Antônio Augusto, há 30 anos morador da Cabanagem, aguarda ansioso pelas atividades. “Isso aqui representa tudo, porque aqui não tinha nada. Aqui era só mato, lama, muita violência. Hoje tudo mudou. Esse complexo vai representar muitas coisas boas para nossa comunidade. Antigamente, tínhamos que ir pra fora fazer as coisas. Agora vamos poder fazer aqui dentro. Vou querer me matricular para fazer alguma atividade”, informou.

A UsiPaz da Cabanagem vai funcionar de terça a sexta-feira, das 8 às 22 h, e aos sábados e domingos, das 8 às 18 h. (Com informações da Assessoria de Imprensa da mineradora Vale).

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS