Diário Online
Notícias / Notícias Pará
MUANÁ

"He-Man" é preso após cometer assaltos no Marajó

Encapuzado e armado com uma faca, José Augusto assaltou uma mulher e roubou o celular da mesma. Localizado pelos policiais militares, ainda travou luta corporal para tentar escapar para a mata

terça-feira, 01/03/2022, 08:30 - Atualizado em 01/03/2022, 08:29 - Autor: J R Avelar / Diário do Pará

Google News

José Augusto Vieira foi preso após um cidadão denunciar o assalto
José Augusto Vieira foi preso após um cidadão denunciar o assalto | DIVULGAÇÃO

Nas histórias em quadrinhos e filmes infantis, o personagem He-Man brada em plenos pulmões que “tem a força”, mas no cotidiano papa-chibé paraense, quem tem a força é a Polícia Militar no combate à criminalidade.

No município de Muaná, na ilha do Marajó, o major Kojak, comandante da 20ª Companhia Integrada da Polícia Militar, recebeu um SOS vindo de um cidadão dando conta que uma senhora havia sido assaltada na avenida Manuel Izidro.

Foi determinada à guarnição do cabo Jorge Leite, com os soldados Brasil e F. Fagundes, para atenderem a vítima, que informou ter sido atacada atrás da Caixa D’água, por um homem encapuzado, armado com uma faca, e que além de roubar-lhe o celular, ainda tentou esfaqueá-la. Ela conta que conseguiu correr para dentro de uma residência para se salvar.

A vítima informou que o suspeito estaria empreendendo fuga pelo campo de Aviação. De imediato houve deslocamento ao endereço, vindo a guarnição a trombar com o suspeito quando o mesmo entrou em área de mata, vindo a entrar em luta corporal com os policiais.

O homem foi imobilizado, soltando a faca, e com ele foi encontrado o aparelho celular da vítima. O He-Man do tucupi foi identificado como José Augusto Vieira de Sousa, que estava com o celular da vítima no bolso.

 

Armas e celulares apreendidas com "He-Man"
Armas e celulares apreendidas com "He-Man" | DIVULGAÇÃO
  

Os objetos apreendidos, José Augusto Vieira e a vítima foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Muaná e apresentados para as providências de acordo com a legislação.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS