Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
CRIME EM OUTEIRO

Motorista foi torturado antes de ser enterrado em cova rasa

A Polícia Civil confirmou a identidade da vítima. Trata-se de José Maria do Nascimento Costa, de 53 anos. A população pode ajudar nas investigações.

segunda-feira, 07/03/2022, 10:17 - Atualizado em 07/03/2022, 10:16 - Autor: DOL com informações de Cácia Medeiros/RBATV

Google News

José foi torturado e enterrado em cova rasa
José foi torturado e enterrado em cova rasa | ( Reprodução )

​Os moradores da comunidade do Curuperé, no bairro da Brasília, em Outeiro, ainda estão assustados com a morte violenta registrada neste último final de semana na comunidade. O motorista José Maria do Nascimento Costa, de 53 anos, foi encontrado, ontem (7), em uma cova rasa com apenas as pernas para o lado de fora. A identidade foi confirmada pela Polícia Civil depois que familiares da vítima reconheceram o corpo.

 

José foi torturado e enterrado em cova rasa
José foi torturado e enterrado em cova rasa | ( Reprodução )
 

As características indicam que a vítima sofreu tortura antes de ser morta. José estava com mordaça e as mãos amarradas para trás. Ele trabalhava como motorista de van e micro-ônibus nas cooperativas que fazem o transporte complementar para o distrito de Outeiro. O cadáver estava numa área de mata e na localidade prevalece a "lei do silêncio".

A equipe da Divisão de Homicídios está colhendo depoimentos de testemunhas e, até o momento, identificou duas situações que podem estar relacionadas a motivação do crime. A primeira é que ele desempenhava certa liderança comunitária e isto, segundo a polícia, incomodava traficantes de drogas na área.

Programa Forma Pará será ampliado para todo o Estado.

O segundo ponto, que também será investigado, foi levantando por moradores que relataram aos policiais civis e militares que José estaria tentando ajudar algumas famílias a conseguirem obter um "cheque moradia" - programa do governo que ajuda pessoas de baixa renda a construir a casa própria - porém estas famílias não estariam recebendo os valores depois de contempladas.

Telefone

José Maria ficou desaparecido durante dois dias. O último contato feito foi com uma representante da cooperativa para a qual prestava serviços, na última sexta-feira (4). Ele telefonou pedindo ajuda, pois estava sendo ameaçado de morte. A ligação foi interrompida logo após um gemido de dor.

Policial encontra família rendida e mata assaltantes

A Polícia Civil deve solicitar as operadoras de celular a identificação dos telefones que estavam em funcionamento no local de onde José telefonou. O número já foi repassado.

A população pode ajudar nas investigações, repassando informações através de Disque Denúncia (181). A identidade é mantida sob sigilo.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS