Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
DR.RESPONDE

Terapia de florais; Tratamento do corpo e da alma

Terapeuta floral, Thaíse de Lima Souza explica que existem 28 essências de florais de Bach

sexta-feira, 06/05/2022, 11:38 - Atualizado em 06/05/2022, 11:37 - Autor: Cintia Magno / Diário do Pará

Google News

Terapeuta floral, Thaíse de Lima Souza explica que existem 28 essências de florais de Bach
Terapeuta floral, Thaíse de Lima Souza explica que existem 28 essências de florais de Bach | Celso Rodrigues

Foi durante a atuação no setor de bacteriologia de um hospital que o médico inglês Edward Bach observou que indivíduos com trejeitos e temperamentos semelhantes, respondiam também de maneira semelhante aos tratamentos.

A observação inicialmente levou o bacteriologista e patologista a se aprofundar sobre a influência do temperamento no desenvolvimento e na resposta aos tratamentos, levando-o aos estudos do médico alemão e criador da homeopatia Samuel Hahnemann. Mais tarde, depois de ter atuado e desenvolvido pesquisas como homeopata, Edward Bach abandonou tudo e mudou-se para o campo, onde foi responsável por criar um sistema médico único, o Sistema Floral de Bach.

Série "Dr. Responde" aborda terapias alternativas

Terapeuta floral, a farmacêutica, bioquímica e mestre em ciências farmacêuticas Thaíse de Lima Souza explica que os Florais de Bach são compostos de 38 essências de flores silvestres, sendo que cada uma delas ajuda a equilibrar um estado emocional em desequilíbrio. Há, ainda, um 39º floral, um combinado de cinco flores chamado Rescue Remedy.

São esses remédios, desenvolvidos a partir das pesquisas de Edward Bach ainda nos anos 1930, utilizados nos tratamentos de indivíduos que buscam a terapia com os Florais de Bach. “A terapia com os florais trata o indivíduo como um todo. Não há separação entre a saúde física e mental”, explica a terapeuta. “As terapias holísticas não tratam o sintoma, elas não tratam a doença, mas tratam o doente”.

GATILHOS

A partir desse entendimento, Thaíse explica que não existe um único floral para tratar de um quadro de ansiedade ou um único floral para tratar a depressão, por exemplo. Por isso, é fundamental que o terapeuta floral investigue atentamente as causas do desequilíbrio sentido pelo paciente para que, assim, possa indicar o floral adequado para aquele problema específico. “A gente, enquanto terapeuta floral, precisa enxergar a causa, o que está motivando aquelas crises de ansiedade. Quais são os gatilhos? De repente, eu posso apresentar uma ansiedade diferente da sua”, considera.

“Esse é um dos motivos por que eu não trabalho com fórmulas prontas. O sistema é dividido em sete grupos. Tem o grupo do medo, por exemplo, e só nesse grupo do medo nós temos cinco florais diferentes para tratar cinco tipos de medo diferente. Por isso, é preciso identificar o que está fazendo mal para o cliente, individualmente. Se é um medo intenso ou moderado, se é um medo conhecido ou desconhecido etc”.

"O sistema é dividido em sete grupos. Tem o grupo do medo, por exemplo, e só nesse grupo do medo nós temos cinco florais diferentes para tratar cinco tipos de medo diferente. Por isso, é preciso identificar o que está fazendo mal para o cliente, individualmente. Se é um medo intenso ou moderado, se é um medo conhecido ou desconhecido etc”

Objetivo é devolver equilíbrio emocional ao paciente

 

Florais de Bach são voltados para devolver a harmonia da mente e do corpo
Florais de Bach são voltados para devolver a harmonia da mente e do corpo | ( Reprodução )
 

A terapeuta floral Thaíse Souza esclarece que os Florais de Bach não tratam o corpo físico, mas sim desequilíbrios emocionais que, em alguns casos, podem gerar consequências no corpo físico. “Não existe Floral de Bach para tratar uma dor de cabeça ou uma dor de barriga, porém, quando esses problemas da saúde física estão atrelados à saúde mental, você também alcança o benefício não só no equilíbrio emocional, como no corpo físico também”, explica Thaíse. “Por exemplo, é muito comum acontecer de os pacientes terem dermatites relacionadas a um quadro de desequilíbrio emocional, queda de cabelo atrelado ao estresse é muito comum também. Quando há essa relação de a doença física estar atrelada ao desequilíbrio emocional, os florais agem também no corpo físico”.

Para que seja capaz de identificar o floral ideal para cada situação de desequilíbrio vivenciada pelo cliente, o profissional precisa ter realizado o curso de terapeuta floral. Thaíse Souza explica que, muitas vezes, a formação como terapeuta floral é buscada por médicos, farmacêuticos e biomédicos, mas não é necessário ter nenhuma formação específica para realizar o curso. “Qualquer pessoa pode fazer o curso de florais. Agora, eu recomendo que procure cursos que sejam vinculados ao Bach Centre”, orienta. “O Bach Centre, na Inglaterra, foi a última morada do dr. Bach e até hoje as flores são colhidas lá, as tinturas mães são feitas lá”.

“É muito comum acontecer de os pacientes terem dermatites relacionadas a um quadro de desequilíbrio emocional, queda de cabelo atrelado ao estresse é muito comum também. Quando há essa relação de a doença física estar atrelada ao desequilíbrio emocional, os florais agem também no corpo físico”, Thaíse Souza Terapeuta floral

 

DOL
DOL | ( Reprodução )
  

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS