Diário Online
Notícias / Notícias Pará
EDUCAÇÃO

Faculdade Carajás tem pontuação acima da média no exame OAB

O curso de direito da instituição, que tem sede em Marabá, obteve rendimento de 29,82% na prova para advogados, enquanto que a média geral do Estado foi de 25,06%. É o segundo ano seguido de alta na nota geral

domingo, 08/05/2022, 05:20 - Atualizado em 08/05/2022, 05:19 - Autor: Sucursal de Marabá

Google News

Faculdade de Carajás
Faculdade de Carajás | JAMES OLIVEIRA - Reprodução

O curso de Direito da Faculdade Carajás, em Marabá, região Sudeste do Estado, acaba de alcançar uma importante conquista: a pontuação acima da média estadual no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Na primeira fase da prova, a faculdade registrou um rendimento de 29,82%, enquanto a nota geral do estado foi de 25,06%.

O resultado foi divulgado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e se refere a primeira fase do 32º Exame da Ordem. É a segunda vez consecutiva que o curso paraense consegue estar melhor do que a média de rendimento. No ano passado, a faculdade teve um rendimento de 24,14% contra a média estadual de 21,66%. Ou seja, um aumento de 20% no rendimento total dos acadêmicos.

Com a fórmula vitoriosa de formação dos alunos, a Faculdade garante que as expectativas são muito positivas. Todo mês de maio, o curso de Direito realiza a Semana Acadêmica com maratonas de resolução de questões de concurso público e da prova da OAB.

De acordo com o advogado Antônio Henrique da Mata Correa, formado em Direito Público e Ambiental, Mestre em Dinâmicas Territoriais e Sociedade na Amazônia e coordenador do Curso de Direito da Faculdade Carajás, o sucesso ocorre por conta das dinâmicas aplicadas durante todo o curso na cidade.

 

O coordenador do curso, Antônio Corrêa, diz que faculdade investe na qualificação e na prática do Direito
O coordenador do curso, Antônio Corrêa, diz que faculdade investe na qualificação e na prática do Direito | JAMES OLIVEIRA - Reprodução
 

“Trabalhamos com os alunos como se eles fossem se preparar para fazer um concurso público ou mesmo a prova da OAB”, explicou. “Com o conhecimento adquirido, consegue-se a nota. Nossa diferença é o trabalho, o uso da metodologia dentro da sala de aula, como casos a serem debatidos, seminários”, salientou.

Além disso, os acadêmicos, ao chegarem ao nono e décimo semestres, começam a participar dos atendimentos do Núcleo de Práticas Jurídicas, uma ação que presta serviços de atendimentos jurídicos às famílias de baixa renda. “Todos os acadêmicos de Direito desde o início do curso têm acesso a práticas com mutirões do Ministério Público, Defensoria e no próprio Fórum de Marabá, onde veem na prática a futura demanda deles”, declarou. Outras formas de engajamento dos acadêmicos são convênios com órgãos públicos, privados e escritórios de advocacia e participação de seminários e simpósios.

QUALIFICAÇÃO

CURSO

* O curso de Direito da Faculdade Carajás foi criado em agosto de 2015. Desde então, foram formados 300 profissionais em cinco turmas de graduação. A graduação tem cinco anos de duração, e conta com professores qualificados e pós-graduados. A Faculdade Carajás oferta diferenciais estratégicos aos alunos de Direito, entre eles, o acesso ao Centro Judiciário de Soluções de Conflitos (Cejusc), que promove sessões e audiências de conciliação e de mediação, além de atendimento e orientação aos cidadãos que possuem dúvidas e questões jurídicas.

Os alunos também têm acesso ao Núcleo de Práticas Jurídicas da Faculdade Carajás, local que permite aos graduandos de Direito colocar em prática os conteúdos teóricos aprendidos. As atividades são acompanhadas por professores, que são profissionais inscritos na OAB. Os atendimentos são feitos pelos NPJ e voltados à população carente, que não consegue arcar com os custos da contratação de um advogado.



Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS