Diário Online
Notícias / Notícias Pará
TRISTEZA

Ananindeua: família pede leito em UTI, mas adolescente morre

Adolescente de 16 anos era epiléptico e estava internado na UPA da Cidade Nova há sete dias

quinta-feira, 12/05/2022, 22:48 - Atualizado em 12/05/2022, 23:20 - Autor: DOL com informações de Sancha Luna/RBA TV

Google News

Kaike Lucas do Nascimento estava desamparado sem atendimento o médico necessário
Kaike Lucas do Nascimento estava desamparado sem atendimento o médico necessário | Arquivo Pessoal

Por muito tempo, uma pequena família lutou contra o tempo para salvar a vida de um adolescente de 16 anos estava desamparado à espera de um leito em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Na esperança de ter seu apelo e seus direitos atendidos pelas autoridades, até a avó do rapaz, sem saber mais a quem recorrer, chegou a compartilhar um vídeo nas redes sociais para tentar mobilizar toda a ajuda possível e conseguir o atendimento médico necessário para o neto.

Na noite desta quinta-feira (12), porém, a triste notícia: mesmo depois de muita movimentação e insistência dos familiares, Kaique Lucas do Nascimento não resistiu. Desamparado e sem o atendimento médico necessário para salvá-lo, o jovem faleceu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na Cidade Nova, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém (RMB).

Mesmo com todos os requisitos para conseguir um leito, ele estava inscrito na Central de Regulação de Leito, até o momento Kaike não teve seu pedido atendido. Ele estava internado há sete dias na UPA da Cidade Nova.

O rapaz era epiléptico e estava sob efeitos de sedativos enquanto seu corpo tentava combater uma tuberculose. A avó do rapaz, em um ato desesperador e com a voz embargada, suplicou para conseguir uma vaga o quanto antes em um vídeo compartilhado nas redes sociais.

Em um trecho, ela destaca a situação do neto: "Ele está internado na UPA da Cidade Nova, precisando de um leito de UTI para poder sobreviver", diz a idosa. "Estou precisando conseguir um leito para o meu neto, que é especial e que está há um ano sem receber o benefício, que está cortado", complementa.

Confira o vídeo na íntegra:


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS