Diário Online
Notícias / Notícias Pará
REDUÇÃO DA CRIMINALIDADE

Helder aprova Plano Estadual de Segurança Pública 2022/2031

Medida foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (3) e prevê ações e estratégias para aprimorar políticas de segurança no Pará até 2031.

sexta-feira, 03/06/2022, 12:09 - Atualizado em 03/06/2022, 12:06 - Autor: Adams Mercês/DOL

Google News

Plano anuncia o cumprimento de metas para redução de índices criminais no Pará
Plano anuncia o cumprimento de metas para redução de índices criminais no Pará | Alex Ribeiro / Agência Pará

O combate à violência e ao crime no Pará tem sido um dos principais focos da gestão atual, empenhada em, cada vez mais, reduzir as estatísticas da criminalidade no estado e reforçar as políticas governamentais de segurança pública.

Nesta sexta-feira (3), mais um importante passo foi dado no combate à criminalidade no Pará. O governador Helder Barbalho aprovou o Plano Estadual de Segurança Pública no decênio 2022/2031. O anúncio foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

Veja também:

Helder sanciona lei que proíbe linhas com cerol no Pará

UsiPaz Canaã dos Carajás será entregue no sábado

A medida tem o objetivo de reduzir ainda mais os índices criminais no Pará. No período de vigência, o plano anuncia o cumprimento de metas, conforme os indicadores criminais e de mortalidade violenta.

Entre as metas a serem alcançadas, estão a redução das taxas de homicídios para abaixo de 16 mortes por 100 mil habitantes até 2030 e das estatísticas de lesão corporal seguida de morte para abaixo de 0,30 morte por 100 mil habitantes até o mesmo ano.

Além disso, o plano visa diminuir os índices de latrocínio para abaixo de 0,70 morte por 100 mil habitantes, as taxas de mortes violentas de mulheres para abaixo de 2,0 mortes por 100 mil habitantes e os dados de mortes no trânsito para abaixo de 9,0 mortes por 100 mil habitantes. As metas devem ser cumpridas até 2030.

Outras propostas são a da redução da taxa de roubos em 3,5% ao ano, a diminuição do número absoluto de vitimização de profissionais de segurança pública em 30% até 2030 e a queda de 30% das mortes por intervenção de agentes em dois anos.

MARCO HISTÓRICO

"O Plano Estadual de Segurança Pública é um marco histórico para a comunidade paraense no campo das políticas públicas de segurança e defesa social. Nele estão expostos todos os objetivos de futuro e ações estratégicas que as instituições de segurança empreenderão para tornar o Estado um lugar cada vez mais seguro", pontua Ualame Machado, secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

O titular da Segup acredita que as ações relacionadas ao fortalecimento institucional, a valorização dos profissionais, ao fomento da participação social, ao atendimento aos grupos vulneráveis, a qualificação de investimentos e estratégias de inteligência somam um conjunto de iniciativas sólidas que serão capazes de dar continuidade ao processo de redução dos indicadores criminais e aumento da sensação de segurança, transformando o Pará em um dos estados referência para promoção da qualidade de vida e proteção social.

"Acreditamos, assim, na somatória de esforços onde as instituições em conjunto com a sociedade serão promotores de uma transformação de realidades e tornarão os próximos dez anos um símbolo histórico no que se refere à eficiência, efetividade e eficácia das ações do Sistema de Segurança Pública e Defesa Social", conclui Ualame.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS