Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
MARAJÓ

Drogas são apreendidas em embarcação com cubanos no Pará

Os agentes localizaram 25.85 kg de skunk, além de 600 gramas de droga sintética no interior da embarcação.

terça-feira, 07/06/2022, 17:06 - Atualizado em 07/06/2022, 17:03 - Autor: Com informações Polícia Federal

Google News

Carga de drogas apreendidas durante a  "Operação Ágata".
Carga de drogas apreendidas durante a "Operação Ágata". | Divulgação/ Policia Federal

A apreensão de drogas no Pará cresceu nos últimos anos. Dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) mostram que o total de entorpecentes apreendidos (cocaína e maconha) em 2019, correspondeu a 3 toneladas e 418 kg, volume que mais que triplicou no ano seguinte (2020), passando para 10 toneladas e 934 kg.

No ano passado, o trabalho das forças se manteve e resultou em 9 toneladas e 710 kg apreendidos, totalizando 24,062 toneladas de entorpecentes. A "Operação Impacto" da Polícia Militar, realizada no dia 20 de maio desse ano, resultou na apreensão de 150 quilos de drogas do tipo óxi, substância produzida a partir da cocaína, em Cametá. De acordo com as autoridades, esta é uma das maiores apreensões de entorpecentes no Estado em 2022.

Agora, mais uma apreensão de drogas foi realizada. Dessa vez, por integrantes da Policia Federal e da Marinha do Brasil, no Estreito Breves, na Ilha de Marajó, na noite desta sexta-feira (03). O estreito serve de ligação entre o Pará e os estados vizinhos do Amapá e Amazonas.

As autoridades abordaram uma embarcação durante trabalho de rotina no âmbito da "Operação Ágata". No interior do barco, os agentes localizaram 25.85 kg de skunk, além de 600 gramas de droga sintética. 

Segundo as autoridades, a carga ilícita teria partido do Suriname e tinha como destino o município de Abaetetuba, no nordeste paraense. Na embarcação, haviam 12 pessoas de nacionalidade cubana, sendo seis homens, cinco mulheres e um menor de 18 anos. De acordo com informações da Polícia Federal, as pessoas teriam fugido de seu país e tinham a intenção de permanecer em território nacional. Porém, não fizeram nenhum pedido formal.

Diante disso, todos foram conduzidos para a sede da Superintendência Regional da Polícia Federal no Estado do Pará para adoção das medidas de praxe. Ainda segundo a policia, também serão individualizadas as condutas, e cada um dos estrangeiros responderá na medida de suas responsabilidades. 

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS