plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 30°
cotação atual R$


home
FISCALIZAÇÃO

Sefa aprende mais de 160 toneladas de feijão

Irregularidades nas notas fiscais motivaram quatro Termos de Apreensão e Depósito. Após o pagamento da multa relativa ao ICMS, a carga foi liberada.

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Sefa aprende mais de 160 toneladas de feijão camera Um dos caminhões retidos pela fiscalização da Sefa | Foto: Divulgação

Agentes da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) atuam em diversos municípios paraenses, fiscalizando e combatendo o transporte irregular de mercadorias, sem nota fiscal ou com documentos indevidos.

Em fiscalização realizada pela equipe da Coordenação de controle de mercadorias em trânsito do Araguaia, no sul do Pará, uma equipe da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) apreendeu 162 toneladas de feijão, no KM-15 da Rodovia PA-447, no município de Conceição do Araguaia. A carga aprendida na quinta (13) e sexta-feira (14) foi avaliada em R$ 73.077,76.

CONTEÚDOS RELACIONADOS:

“Durante fiscalização conduzida pela Coordenação de Conceição do Araguaia foram abordados quatro caminhões transportando feijão. Dois na noite de 13/06, em Conceição do Araguaia, e os outros dois no posto fiscal de Barreira do Campo (município de Santana do Araguaia) na manhã de 14/06. Os condutores dos caminhões apresentaram documentos fiscais emitidos por um produtor rural de Cumaru do Norte, no Pará, com destino a uma cooperativa no Paraná. As notas fiscais alegavam remessa com fim de exportação, mas sem o devido regime de exportador, conforme exigido pelo Regulamento do ICMS do Estado do Pará, no artigo 600. Para a concessão do regime tributário diferenciado de exportação o contribuinte deve obedecer a uma série de requisitos estabelecidos nos artigos 599 a 608 do RICMS”, explicou o coordenador da unidade, Cicinato Oliveira.

Quer mais notícias do Pará? Acesse nosso canal no WhatsApp!

A fiscalização e apuração das informações sobre o produtor rural contaram com o apoio dos servidores da Coordenação Regional da Sefa em Redenção. Foram emitidos quatro Termos de Apreensão e Depósito (TADs) para cobrar o ICMS antecipado de saída das 162 toneladas de feijão. Após o pagamento, as mercadorias foram liberadas.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Notícias Pará

    Leia mais notícias de Notícias Pará. Clique aqui!

    Últimas Notícias