Diário Online
Notícias / Notícias Pará
Notícias Pará

Nove municípios terão votação biométrica em 2014

terça-feira, 29/01/2013, 04:05 - Atualizado em 29/01/2013, 04:05 - Autor:


Nas eleições gerais de 2014, nove municípios paraenses votarão através do sistema de biometria. Os dois que já foram incluídos na eleição anterior: Peixe-Boi e Capanema e outros sete anunciados pelo novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA), desembargador Leonardo Noronha Tavares, durante o discurso de posse no cargo, ontem, no início da noite.

Além dele, o novo corregedor e vice-presidente do órgão também foi empossado, o desembargador Raimundo Holanda Reis. A partir de 2014, os eleitores de Paragominas, Capitão Poço, Curuçá, Terra Alta, Castanhal, Barcarena e Ananindeua, que juntos somam quase 600 mil votos e se localizam no nordeste paraense, também terão urnas biométricas à disposição para votar.

O treinamento já está previsto para abril deste ano, visando adaptar os eleitores ao novo sistema de identificação por contato digital na urna eletrônica. O começo dos treinamentos depende da liberação dos recursos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Cada eleitor tem um custo de R$ 6 para o TRE-PA. Até agora apenas 51 mil eleitores foram atingidos pelo novo sistema.

Leonardo Tavares acredita que tem um grande desafio pela frente com o pleito de 2014 e afirma que as eleições gerais são diferentes da municipal, porque é gerenciada pelo tribunal eleitoral e a eleição municipal fica a cargo das zonas eleitorais, cabendo ao TRE o julgamento dos recursos. “É uma eleição trabalhosa, mas vamos fazer um pleito tranquilo, com bom plano de trabalho”.

O novo presidente do TRE-PA também afirmou que há previsão de concurso público no órgão para este ano, mas apenas para algumas vagas, que serão anunciadas posteriormente.

INFORMATIZAÇÃO

Também anunciou a expansão da informatização do órgão no interior do Estado e das ações da Escola Judiciária, através dos juízes eleitorais, levando educação eleitoral aos estudantes de escolas públicas e privadas. O foco, segundo o desembargador, serão os jovens entre 16 e 18 anos e as crianças na formação de jovem eleitor consciente da importância do voto limpo e responsável.

O presidente que deixou o cargo, desembargador Ricardo Nunes, dirigiu a última eleição municipal do Pará e lembrou que em sua gestão começou a vigorar a Lei da Ficha Limpa que, na sua avaliação, foi um marco na história da Justiça Eleitoral do país. Na gestão Nunes também foram realizadas quatro eleições suplementares no Pará, após a cassação de prefeitos; além do plebiscito sobre a divisão do Estado, em 2011.

O governador Simão Jatene, a presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Raimunda Noronha, o presidente interino da Assembleia Legislativa Júnior Ferrari, o procurador regional eleitoral Igor Nery Figueiredo e o representante da OAB-PA, Robério D´Oliveira participaram da posse da nova diretoria do TRE-PA.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS