Diário Online
Notícias / Polícia
CENAS FORTES

Tribunal do Crime: punições e execuções são práticas recorrentes entre criminosos. 

O ato de criminosos de filmar e divulgar agressões e homicídios de desavenças é comum na Região Norte. Relembre alguns casos.

quarta-feira, 13/01/2021, 16:00 - Atualizado em 13/01/2021, 16:20 - Autor: DOL


Imagem ilustrativa da notícia: Tribunal do Crime: punições e execuções são práticas recorrentes entre criminosos. 
| Reprodução

A execução, na última segunda-feira (11), de Tati Dias da Costa, de 26 anos, acusada de filmar o espancamento de um torcedor do Paysandu, na noite do último domingo (10), no conjunto CDP, chocou o Pará por mostrar, mais uma vez, a crueldade e frieza dos chamados “tribunais do crime”, que, infelizmente, ainda são práticas comuns na Região Norte. 

O DOL listou alguns casos de execução pelo “tribunal do crime” que repercutiram nos últimos anos. A dinâmica, no geral, é parecida: os criminosos, quase sempre ligados a facções, levam a vítima para uma área isolada de mata e, lá, ordenam que ela relate por que está recebendo a punição. As ações criminosas são geralmente filmadas e divulgadas nas redes sociais, para exemplificar o tipo de atitude que ocorre com quem desrespeita o código estabelecido pelos criminosos.

No Pará e em outros Estados do Norte, como o Amazonas, diversos crimes seguiram as mesmas características de crueldade e repercutiram na imprensa. Relembre alguns casos. 

ATENÇÃO: CENAS FORTES

ADOLESCENTE DE 14 MORTA EM MARITUBA

Em outubro de 2020, uma adolescente de 14 anos, moradora de Marituba, na Grande Belém, ficou quase cinco dias desaparecida. O corpo dela foi encontrado em uma área conhecida como mata da Ceplac, e vídeos que circularam nas redes sociais mostraram cenas da execução da vítima por uma facção criminosa. 

EXECUTADA EM LIXÃO

Outro caso que chocou pela crueldade foi o de uma mulher retirada da própria casa e assassinada a tiros dentro de um lixão, na cidade de Igarapé-Miri, nordeste paraense, também no último mês de outubro. Os responsáveis pelo crime seriam membros de uma quadrilha que cometem assaltos na região. 

PUNIDO POR ROUBOS

Em fevereiro de 2020, um vídeo que circulou nas redes sociais mostrou a punição de um suspeito de praticar crimes na Grande Belém. Ele foi levado para uma obra em construção e espancado por criminosos, que o acusavam de atrair a “polícia para o setor”. 

ADOLESCENTE ESCAPA DA MORTE

Em agosto de 2019, um adolescente de 17 anos foi resgatado em uma área de mata, na cidade de Manaus, no Amazonas, após a polícia chegar ao local para verificar a denúncia de tiros de arma de fogo. A vítima estava amarrada e foi espancada com um taco de beisebol durante a sessão de tortura. Dois criminosos foram detidos pela polícia, na ocasião. 

LADRÃO É TORTURADO COM PEDAÇO DE MADEIRA

Outro caso que repercutiu foi o de um suspeito de cometer roubos na cidade de Senador Guiomar, no Estado do Acre, em setembro de 2019, que foi punido com golpes de pedaço de madeira, enquanto suplicava para que a tortura parasse

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS