Notícias / Polícia
LATROCÍNIO

Preso homem que matou patrão por causa de R$ 300 no Pará

Acusado ainda fugiu com motocicleta e arma da vítima; ao ser preso, ele confessou o crime

quinta-feira, 16/09/2021, 15:41 - Atualizado em 16/09/2021, 15:41 - Autor: Com informações do portal 24 Horas News


Elizeu Ferreira da Silva (foto) foi morto por funcionário
Elizeu Ferreira da Silva (foto) foi morto por funcionário | Reprodução

Os crimes contra a vida sempre chocam a opinião pública e deixam marcas severas nas famílias nas quais ocorreu a perda. Quando esses crimes são praticados por motivos fúteis, a indignação tende a ser maior ainda. 

Foi o que ocorreu na última segunda-feira (13), quando um homem de 49 anos foi morto a tiros por uma dívida de R$ 300. O crime foi cometido no travessão do Km 135, na divisa entre os municípios de Uruará e Medicilândia. O principal suspeito do homicídio é Claudione Batista de Souza, que era funcionário da vítima. Ele foi preso nesta quarta-feira (15). 

Claudione foi detido em um bar no bairro São Domingos, em Altamira, sudoeste paraense. 

Ao ser detido, Claudione confessou que matou Elizeu Ferreira da Silva, de 49 anos, após a vítima ter se recusado a dar um valor de R$ 300. 

Claudiones escondeu o corpo de Elizeu e fugiu, levando a moto do ex-patrão. Durante a fuga, a moto apresentou falha mecânica e foi abandonada  na estrada.

O delegado do caso, Ricardo Vieira, disse que o acusado vai ser enquadrado no crime de latrocínio, que é roubo seguido de morte. Ainda em depoimento para a polícia, o acusado disse que vendeu a arma usada no crime, que seria da própria vítima. 

Claudiones ficará preso à disposição da Justiça.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS