plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 27°
cotação atual R$


home
INVESTIGAÇÕES

Vídeo: Polícia apura atentado contra eletricistas no Pará

O veículo da concessionária, que foi alvejado com quatro tiros, passará por perícia. O autor dos disparos ainda não foi preso.

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Vídeo: Polícia apura atentado contra eletricistas no Pará camera Funcionários da Equatorial estavam fazendo uma fiscalização quando foram alvos do atentado. | Reprodução

O número de cidadãos armados no Brasil já é três vezes maior que o quantitativo usado por policiais civis em todo território nacional. Segundo os dados do Sistema Nacional Armar e do Sistema de Gerenciamento Militar de Armas, em abril ano passado, o número pessoas físicas portando armas de fogo chegava a 562.200, enquanto que 172.131 policiais civis usavam armas em serviço.

Em outro comparativo, o número de brasileiros que possuem armas de fogo - mas que não atuam nas forças armadas ou trabalham como agentes de segurança pública - já é maior que o de policiais militares com porte de arma. São 515.087 PMs que possuem arma particular.

O Senado Federal deve discutir, ainda este ano, a questão da posse, uso e comercialização de armas de fogo no Brasil.

Na última quarta-feira (10), dois eletricistas da Equatorial - concessionária de energia que atua no Pará - foram vítimas de um atentado. Um homem armado efetuou quatro disparos contra os trabalhadores que faziam uma fiscalização de rotina em uma residência na avenida Santos Dumont, no bairro do Areião, em Cametá, nordeste paraense.

Confira a reportagem completa de Daniela Condurú/RBATV:

O caso é investigado pela Polícia Civil, que trabalha para identificar e localizar o autor dos disparos, que estaria em uma motocicleta de cor vermelha e placa não identificada.

O carro alvejado passará por perícia. Os dois eletricistas já prestaram depoimentos.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Polícia

    Leia mais notícias de Polícia. Clique aqui!

    Últimas Notícias