Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
OPERAÇÃO CONJUNTA

Vídeo: golpistas do Pix faziam vítimas no Pará

O prejuízo estimado do grupo criminoso pode chegar a cerca de R$ 300 mil. Os suspeitos são do cearence e devem responder pelos crimes em solo paraense.

sexta-feira, 18/03/2022, 21:06 - Atualizado em 18/03/2022, 21:57 - Autor: Wesley Costa Rabelo com informações de Polícia Civil do Ceará

Google News

Alguns dos suspeitos presos no Ceará durante a operação
Alguns dos suspeitos presos no Ceará durante a operação | Reprodução/RBA TV

As Polícias Civil do Estado do Ceará (PC-CE) e do Pará (PCPA) realizaram um operação conjunta que resultou nos cumprimentos de mandados de prisão preventiva em desfavor de três suspeitos de aplicar golpes. Os alvos são investigados por praticarem golpes, por meio de Pix, e por integrarem coletivo criminoso. As prisões ocorreram no município de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza a 40,1 km da capital cearense.

De acordo com os policiais, os suspeitos, que são cearenses, estavam praticando golpes, por meio de Pix, em vítimas oriundas do Pará. O trio pegava as informações das vítimas pelas redes sociais e as utilizava contra seus próprios familiares. Os suspeitos fingiram ser membros familiares e faziam pedidos de transferências bancárias por meio do Pix. Ainda segundo apurações policiais, até o presente momento, o prejuízo das vítimas chega a cerca de R$ 300 mil.

LEIA TAMBÉM:

Golpista do Pix é reconhecido e preso em Belém; veja o vídeo


Os suspeitos são identificados como Larisse Nogueira Abreu (22), Ana Elda de Almeida Lopes (30), ambas sem antecedentes criminais, e Ranie do Nascimento Barbosa (23), com antecedentes criminais por crimes de roubo, receptação e por adulteração de identificar de veículo, além de possuir, quando adolescente, atos infracionais análogos aos crimes de porte ilegal de arma de fogo e integrar coletivo criminoso.

As investigações, que duraram cerca de três meses, resultaram na captura dos alvos que foram encaminhados para a Delegacia Metropolitana de Horizonte, onde as ordens judiciais foram cumpridas. Agora, serão realizadas tratativas para recambiar os suspeitos para o Estado do Pará, onde as investigações em torno do trio são realizadas.

Veja mais na reportagem de Wellington Jr, da RBATV

   


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS