Diário Online
Notícias / Polícia
HOMICÍDIO

Suspeito de matar trans se entrega à polícia em Parauapebas

Jadilson de Oliveira Monteiro executou Naomi com pelo menos cinco tiros, após uma briga em um bar.

terça-feira, 10/05/2022, 20:21 - Atualizado em 10/05/2022, 20:20 - Autor: Com informações de Debate Carajás

Google News

Naomi foi morta a tiros após uma briga em um bar
Naomi foi morta a tiros após uma briga em um bar | Reprodução

Cento e quarenta pessoas trans foram assassinadas no Brasil em 2021. Deste total, 135 tiveram como vítimas travestis e mulheres transexuais. Os dados estão no Dossiê Assassinatos e Violências Contra Travestis e Transexuais Brasileiras em 2021.

Naomi é mais uma mulher trans a entrar para a triste estatística. Jadilson de Oliveira Monteiro, suspeito de matar a tiros Naomi, se apresentou na tarde da última segunda-feira (9), na 20ª Seccional Urbana de Parauapebas, região sudeste do Pará. Ele estava acompanhado de duas advogadas.

LEIA TAMBÉM:

Transexual é morta com cinco tiros em Parauapebas

Shakira é assassinada a tiros em Marabá

O crime ocorreu no início da madrugada do último sábado (7), no bairro Guanabara. Jadilson executou Naomi com pelo menos cinco tiros, após uma briga em um bar, localizado na esquina das ruas Rui Barbosa com a Bom Jardim. 

 Jadilson chegou ao local em um carro modelo SUV, efetuou os disparos contra a vítima, pegou o filho e fugiu. Naomi ainda tentou correr, mas caiu e morreu na calçada de outro bar, que fica próximo do local onde houve a briga.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS