Diário Online
Notícias / Polícia
JOGOS DE AZAR

Caça-níqueis são apreendidas em shopping e casa em Belém

A operação foi realizada em uma casa no bairro do Reduto. A polícia seguirá investigando as práticas de jogos ilegais no Pará.

terça-feira, 05/07/2022, 15:28 - Atualizado em 05/07/2022, 16:41 - Autor: Sales Coimbra com informações de Wellington Júnior/RBATV

Google News

Máquinas caça-níqueis apreendidas na operação.
Máquinas caça-níqueis apreendidas na operação. | Divulgação/PCPA

Jogos de azar são todos aqueles em que o ganho ou a perda dependa exclusiva ou principalmente da sorte. No Brasil, segundo a legislação atual, todas as modalidades de jogos de cassino físicos são consideradas contravenções, tornando a prática online a única alternativa para quem deseja se valer deste entretenimento de maneira legal.

Com o objetivo de combater essa prática ilegal, a Polícia Civil apreendeu, nesta terça-feira (5), duas máquinas caça-níqueis em uma casa no bairro do Reduto, em Belém. Durante a operação, deflagrada pela Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE), um homem foi preso apontado como organizador e proprietário do estabelecimento.

Na segunda-feira (05), parte de uma casa de jogos que funcionava dentro de um shopping, no bairro Batista campos, foi fechada pela Polícia Civil.

LEIA TAMBÉM:

Três suspeitos de pornografia infantil são presos no Pará

Guarda Municipal intensifica Operação Vidas por Um Fio

"Nós estamos investigando esses estabelecimentos há semanas. Ontem (segunda-feira, 4), fechamos parte de uma casa de jogos que funcionava em um shopping de Belém e hoje (5) agimos no Reduto", comentou o delegado Dabi Bahuri, da DIOE.

Ainda de acordo com o delegado, o espaço fechado nesta terça-feira funcionava clandestinamente para a prática de jogos de azar. Ele contou que os policiais foram recebidos pelo suspeito. "Trouxemos o acusado para prestar depoimento e ele deve ser autuado em flagrante. As máquinas estavam numeradas, mas encontramos apenas duas. As outras podem ter sido retiradas dias atrás." comentou Bahuri.

As investigações sobre as práticas de jogos ilegais no Pará seguem sob a responsabilidade da Diretoria de Polícia Especializada do Pará (DPE), comandada pelo delegado Magno Costa, que destaca a parceria com o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) e outras divisões da Polícia Civil.

"É importante o trabalho de investigação. Todo o material apreendido vai passar por perícia. Todo esse trabalho teve a colaboração do Ministério Público do Estado e da Polícia Científica do Pará", informou Costa, titula da DPE.

Fiscalização em shopping

A Polícia Civil informou que realizou, na tarde da última segunda-feira (4), uma ação de fiscalização em uma casa de jogos, instalada dentro de um shopping, no bairro Batista Campos, em Belém. A ação foi coordenada pela Diretoria de Polícia Especializada (DPE) da Polícia Civil e Grupo de Atuação Especializada no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado (MPPA).

Durante as diligências, foi constatado que o estabelecimento comercial foi inaugurado sem alvará que autoriza o funcionamento emitido pela Diretoria de Polícia Administrativa (DPA) da Polícia Civil. Além disso, peritos da Polícia Científica do Pará que participaram da diligência, constataram irregularidades nos sistemas operacionais utilizados em computadores do local. Dispositivos de dados foram apreendidos e serão periciados na sede do Núcleo de Fonética Forense e Estação de Dados da CPEPA.

O caso segue em apuração por meio da Delegacia  Especializada em Investigação de Estelionatos e Outras Fraudes (Deof) da Polícia Civil.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS