Diário Online
Notícias / Polícia
DENÚNCIA

Belém: funcionários são flagrados desviando merenda escolar

Após denúncia anônima de desvio de alimentos usados em escolas municipais, policiais da Rotam flagraram esquema criminoso e conduziram três suspeitos à delegacia.

quarta-feira, 27/07/2022, 09:02 - Atualizado em 27/07/2022, 09:45 - Autor: Adams Mercês/DOL

Google News

Quase 300kg de alimentos usados na merenda escolar da rede municipal foram encontrados após denúncia
Quase 300kg de alimentos usados na merenda escolar da rede municipal foram encontrados após denúncia | Reprodução

A merenda escolar é um direito dos estudantes do ensino em escolas públicas de todo o Brasil. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), mais de 36 milhões de crianças da educação infantil e básica recebem alimentação durante o período de aulas.

No entanto, há quem se aproveite destes alimentos para benefício próprio. Três homens, que seriam funcionários terceirizados de uma empresa que presta serviços para Prefeitura de Belém, foram flagrados por uma guarnição do Batalhão de Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam) desviando produtos da merenda escolar da rede municipal de ensino.

Veja também:

Vídeo: homem surta e quebra lanchonete no aeroporto de Belém

Validade em embalagem de vegetais deixa de ser obrigatório

Uma denúncia anônima levou os policiais ao local onde foi feito o flagrante, na noite da última terça-feira (26). O trio foi identificado como Fabrício Sussuarana do Amaral, Gabriel dos Santos Monteiro e Jair Andrade de Lima.

Na casa de um dos suspeitos, no bairro da Guanabara, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, os agentes localizaram 200 kg de feijão, 60 kg de leite, 20 kg de aveia, 10 kg de macarrão e 8L de óleo. Na ocasião, também foram apreendidos três celulares e um veículo modelo Fiat Palio.

De acordo com a Rotam, Gabriel era quem dividia e organizava o estoque de produtos, enquanto Fabrício ficava responsável pela venda. Jair seria um comprador dos alimentos e os três ainda apontaram um quarto homem, identificado apenas como Rafael, o qual seria o chefe da organização criminosa.   

Policiais da Rotam desarticularam esquema criminoso de desvio de produtos para merenda escolar de escolas de Belém
Policiais da Rotam desarticularam esquema criminoso de desvio de produtos para merenda escolar de escolas de Belém | Reprodução
  

Segundo a Prefeitura de Belém, os homens prestavam serviços há menos de um mês na Fundação Municipal de Assistência ao Estudante (FMAE). O trio foi encaminhado para a Seccional da Cidade Nova para os procedimentos criminais cabíveis.

A Prefeitura e a direção da FMAE afirmaram que colaboram com a investigação e que já acionaram a empresa terceirizada Star para tomar providências contra os funcionários.

O órgão municipal também afirma que vai aumentar o nível de fiscalização durante a entrega da alimentação para as escolas da rede de ensino de Belém.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS