Diário Online
Notícias / Polícia
CRIME

Preso acusado de matar motorista de aplicativo em Belém

O crime ocorreu em fevereiro deste ano no bairro da Cremação. Vítima não resistiu e faleceu na hora

sexta-feira, 05/08/2022, 17:33 - Atualizado em 05/08/2022, 17:33 - Autor: Com informações Sancha Luna RBATV

Google News

Jocivaldo dos Santos acusado de matar motorista de aplicativo
Jocivaldo dos Santos acusado de matar motorista de aplicativo | ( Reprodução )

Em fevereiro deste ano um homem identificado como Jocivaldo, matou um motorista de aplicativo no bairro da Cremação, em Belém, a vítima Fred Wesley, de 45 anos, foi baleado e não resistiu. 

Após o crime, a Divisão de Homicídios continuou na investigação do caso, para esclarecer o que teria motivado o homicídio.

PC já tem laudo final sobre caso Yasmin após reconstituição

Nesta sexta-feira (05), o Delegado e Diretor da Divisão de Homicídios, Cláudio Galeno, esclareceu os fatos. 

Segundo ele, houve uma negociação referente a um veículo que Fred, a vítima do crime, oferecia em redes sociais, onde Jocivaldo, autor do disparo, se interessou e disse que compraria o carro. 

Após isso, os dois teriam se deslocado a um cartório em Belém, para que Fred passasse os documentos do carro para Jocivaldo,  ao saírem do local, a vítima constatou que o dinheiro negociado na compra do veículo ainda não estava na sua conta bancária, neste momento houve uma discussão entre os dois homens,  que gerou uma briga corporal, em que o autor do crime, em posse de uma arma de fogo ameaçou a vítima, para que ela entregasse a chave e o veículo. 

Suspeito de participar de assalto a banco no Pará é preso

Fred ainda tentou fugir do local, mas acabou sendo atingido por um tiro e morreu em frente a um bar no bairro da cremação. 

O autor do crime se apresentou à delegacia, alegou que a arma usada era da vítima e que  agiu em legítima defesa. 

Mas cumprindo o mandado de busca e apreensão, a polícia identificou que a  arma usada no crime, um revólver calibre 38, estava em posse de Jocivaldo. No guarda roupas do acusado, a polícia também encontrou outras munições. 

Policial de folga salva homem de ataque a tiros no Pará

Outro homem que estaria envolvido no crime, identificado como Carlos Alberto Oliveira de Souza, não foi localizado pela polícia.  

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS