plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 27°
cotação atual R$


home
POLÍCIA

Mãe do atual prefeito de Tucuruí segue para presídio feminino

Presa na segunda-feira (30), acusada de ser a mandante do assassinato do prefeito de Tucuruí Jones William, Josenilde Brito, mãe do atual prefeito do município, deverá dar entrada nesta terça-feira (31) no Centro Recuperação Feminino (CRF), no bairro do C

twitter Google News
Presa na segunda-feira (30), acusada de ser a mandante do assassinato do prefeito de Tucuruí Jones William, Josenilde Brito, mãe do atual prefeito do município, deverá dar entrada nesta terça-feira (31) no Centro Recuperação Feminino (CRF), no bairro do Coqueiro, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém.Mãe de Arthur Brito, que era o vice-prefeito de Tucuruí e assumiu o cargo em julho, após a morte de Jones, Josenilde, conhecida como Josy, foi presa durante uma operação realizada pela Polícia Civil, que ainda intimou a depor o próprio prefeito, o irmão dele e vereador Lucas Brito e outras pessoas ligadas à família, como amigos e empregados.Josy foi presa no cumprimento de um mandado de prisão temporária e deverá permanecer detida por 30 dias, podendo o prazo ser ampliado para mais 30, caso a Justiça determine. As investigações para apurar a morte de Jones continuam.

RELEMBRE O CASO

O prefeito Jones William foi executado a tiros no dia 25 de julho deste ano, enquanto visitava uma obra no bairro Cristo Vive. Dois homens em uma motocicleta fizeram uma emboscada e dispararam cinco vezes contra o prefeito, que chegou a ser encaminhado ao hospital, mas acabou morrendo.

O suspeito de disparar contra o prefeito, Bruno Marcos, foi preso em setembro, ao tentar deixar Belém pelo Aeroporto Internacional. Na última semana, outro suspeito de envolvimento, apontado como o condutor da moto que levava o atirador, também foi preso.

Prisões

Após a operação, quatro homens suspeitos de envolvimento na morte do prefeito estão detidos, Genivaldo Farias de Oliveira, Marlon Frank e Paulo Ricardo Vieira que estavam com o mandado de prisão expedido.

O quarto preso foi identificado pelo nome de Cleiton. Segundo a imprensa local, o homem foi pego quando tentava fugir da cidade.

A polícia não confirmou se ele estava tentando fugir por ter mandado expedido ou estaria na fila para depor coercitivamente.

(Com informações do Diário do Pará)

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Polícia

    Leia mais notícias de Polícia. Clique aqui!

    Últimas Notícias