Diário Online
Notícias / Política
ELEIÇÕES 2022

Holiday se filia ao Novo e quer concorrer a federal

Ele é o primeiro parlamentar negro do partido e planeja ser candidato a deputado federal em 2022

terça-feira, 25/05/2021, 20:34 - Atualizado em 25/05/2021, 20:34 - Autor: Fábio Zanini/FolhaPress


Em abril, Holiday foi expulso do Patriota
Em abril, Holiday foi expulso do Patriota | Reprodução/Facebook

O vereador de São Paulo Fernando Holiday teve a sua filiação ao partido Novo aprovada pela direção nacional da legenda nesta terça-feira (25). Ele é o primeiro parlamentar negro do partido e planeja ser candidato a deputado federal na eleição de 2022.

Lula vence Eleições 2022 em todos os cenários, diz pesquisa

Quero ser petista com o mesmo orgulho que sou gay, diz Jean

Holiday já se cadastrou como filiado no sistema do partido, mas o processo só estará completo após 72h -prazo para que filiados contestem a admissão do vereador, que passou por processo seletivo.

Em abril, Holiday foi expulso do Patriota por ter criticado, em fevereiro, o então candidato à presidência da Câmara Arthur Lira (PP-AL), que acabou vencendo o pleito. O vereador defendia o nome de Marcel Van Hattem (Novo-RS).

A expulsão do Patriota, partido dominado em SP pelo MBL (Movimento Brasil Livre), se deu após a saída de Holiday do movimento, em janeiro. Outro motivo foi a aproximação entre o Patriota e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), de quem Holiday é crítico. O vereador, no entanto, evita relacionar os episódios e a filiação ao Novo. "A saída do MBL é uma questão superada, agora estou numa nova página", diz.

"Nesse momento, eu penso em ser candidato a deputado federal em 2022, mas acho que minha principal contribuição vai ser a defesa de que o partido tenha candidatura própria e se posicione na terceira via nas próximas eleições", disse Holiday.

O vereador aponta os nomes de João Amoêdo para Presidência da República e do deputado federal Vinicius Poit (Novo-SP) para o Governo de São Paulo.

Questionado sobre o contato de Amoêdo com outros nomes da chamada terceira via, como Luciano Huck, Sergio Moro e Danilo Gentili, Holiday afirma que "a aproximação com quem pensa semelhante é saudável".

"Não só o Amoêdo, mas o partido vai buscar união e agregar pessoas que tenham essa fidelidade de princípios", afirma, mencionando liberalismo econômico e combate à corrupção.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS