plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 28°
cotação atual R$


home
INTEGRANTES DA FACÇÃO

Acusados de tentar matar Sérgio Moro são mortos pelo PCC

Dois acusados de planejar a morte do Senador Sérgio Moro (União-PR) foram mortos a mando do PCC na Penitenciária de Presidente Venceslau

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Acusados de tentar matar Sérgio Moro são mortos pelo PCC camera O ex-juiz e hoje senador Sérgio Moro foi alvo da dupla | Foto: Lula Marques/Agência PT

Em março de 2023, a Polícia Federal desmantelou um esquema de uma organização criminosa suspeita de planejar o assassinato do Senador Sérgio Moro (União- PR) e outras autoridades. Segundo a PF, os crimes seriam cometidos em pelo menos cinco estados.

Entre os alvos da Operação Sequaz estava Janeferson Aparecido Mariano Gomes, conhecido como "Nefo". Ele era um dos integrantes da maior facção do país, o Primeiro Comando da Capital e foi morto na Penitenciária de Presidente Venceslau a mando da própria facção.

Segundo o jornalista Josmar Jozino do UOL, fontes internas do sistema prisional teriam revelado que "Nefo teria falado demais e, por isso, acabou morto a mando da célula restrita do PCC, responsável por coordenar atentados terroristas e ataques contra prédios públicos e autoridades, como promotores de justiça, políticos, policiais e agentes penitenciários."

Segundo as investigações da Polícia Federal, Nefo possuía um histórico criminal extenso, tendo sido processado em São Paulo por furto e extorsão mediante sequestro. Além disso, Nefo também foi acusado de liderar um motim em Franco da Rocha (SP). A namorada dele também era monitorada pela PF.

Quer mais notícias de Brasil? Acesse nosso canal no WhatsApp

Além de Nefo, Reginaldo Oliveira de Souza, 48, também foi morto na mesma prisão. Ele também fazia parte da organização criminosa e até então era considerado um dos integrantes mais fortes da facção.

Em maio do ano passado, a juíza Sandra Regina Soares, da 9ª Vara Federal de Curitiba aceitou denúncia contra 13 acusados. Oito deles viraram réus pelos crimes de organização criminosa e extorsão mediante sequestro. Um deles era Nefo.

Os outros setes são Claudinei Gomes Carias, o Nei, homem de confiança de Nefo: os irmãos Herick da Silva Soares, Sonata, e Franklin da Silva Correa, o Frank; Aline de Lima Paixão, companheira de Nefo; Aline Ardnt Ferri: Cintia Aparecida Pinheiro Melesqui e Hemilly Adriane Mathias Abrantes.

Já os réus Rê; Patrik Velinton Salomão, o Forjado; Valter Lima do Nascimento, o Guinho; Sidney Rodrigo Aparecido Piovesan, o El Sid; e Oscalina Lima Graciotte, foram denunciados por organização criminosa.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Política

    Leia mais notícias de Política. Clique aqui!

    Últimas Notícias