Notícias / Santarém
ALEGRIA

Santareno de 105 anos vence a Covid-19

Seu Augusto Menezes ficou 10 dias internado no Hospital de Campanha e recebeu alta médica neste sábado (8)

sábado, 08/05/2021, 18:09 - Atualizado em 08/05/2021, 18:09 - Autor: Agência Pará


Seu Agusto recebe o carinho da neta Patrícia Sales Lira
Seu Agusto recebe o carinho da neta Patrícia Sales Lira | Divulgação

Os destacados para trabalhar com a extração do látex na Amazônia eram chamados de soldados da “borracha”. E um desses soldados, o idoso Augusto Menezes, de 105 anos de idade, venceu mais uma grande batalha na vida: a Covid-19. Ele voltou para casa neste sábado (8), após receber alta médica do Hospital de Campanha de Santarém, onde esteve internado.

A neta dele, a garimpeira Patrícia Sales Lira, conta que o avó sempre foi muito saudável, não possuindo nenhuma doença pré-existente. “Todos estamos muito felizes com a volta dele para casa, mesmo com mais de 100 anos. Ele, que também trabalhou como pedreiro, sempre foi muito ativo, gosta de ser produtivo. Todos estamos muito agradecidos pelo tratamento que recebeu no hospital, pois essa foi a primeira vez que ficou internado, e no início relutou bastante em ficar no hospital”, disse Patrícia.

Desde que foi instalado na Escola Estadual Maria Uchoa Martins, em fevereiro deste ano, o Hospital de Campanha de Santarém curou mais de 352 pacientes até este sábado (8).

 

Seu Agusto recebe homenagens dos profissionais da saúde do Hospital de Campanha
Seu Agusto recebe homenagens dos profissionais da saúde do Hospital de Campanha | Divulgação
 

CABINE DO AMOR

Seu Augusto Menezes, que tem 11 filhos, 38 netos e 50 bisnetos e está viúvo há 16 anos, também contou com o amor e carinho para ficar curado mais rápido. Ele passou dez dias internado e, nesse período, foi um dos pacientes que pôde abraçar seus familiares na “Cabine do Amor”, espaço elaborado pela unidade de saúde que permite o contato físico para pacientes com Covid-19 por meio de uma cabine revestida de plástico para que o abraço ocorra sem risco de contaminação.

Para ter acesso à “Cabine do Amor”, os pacientes seguem rigorosos protocolos de segurança. Além da neta Patrícia Sales, seu Augusto abraçou os filhos Maria Eliete, Carlos Augusto e a neta Daniele Sales.

Até agora, a "Cabine" já possibilitou 46 abraços entre pacientes e pessoas da família. Para o titular da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Rômulo Rodovalho, o acolhimento especial aos pacientes de Covid-19 em todo o Pará é um diferencial que contribui para a cura.

“São centenas de relatos de pacientes, que mostram como tem sido importante o carinho que tem recebido nos nossos hospitais, e agradecemos a todos os nossos profissionais de saúde, que se desdobram para ir além do que prevê as prescrições do atendimento médico nas unidades”, destacou.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS