Diário Online
DESCOBERTA

Arqueólogos encontram 'brinquedo sexual' do século 18 durante escavação

A reprodução de pênis e testículos está datado de aproximadamente 250 anos atrás

segunda-feira, 02/11/2020, 17:59 - Atualizado em 02/11/2020, 17:58 - Autor: Com informações UOL


A descoberta mede 20 centímetros de comprimento
A descoberta mede 20 centímetros de comprimento | Escritório Regional para a Proteção de Monumentos em Gdansk

Uma equipe de arqueólogos que escavavam uma antiga latrina em Gdańsk, cidade báltica na Polônia, localizou uma surpreendente descoberta: um brinquedo sexual, confeccionado para reproduzir um pênis e testículos e datado de aproximadamente 250 anos atrás.

De acordo com o Escritório Regional para a Proteção de Monumentos, o uso do artefato era direcionado ao prazer pessoal, sem relação com procedimentos médicos ou ritos religiosos.

VEJA TAMBÉM!


Segundo os pesquisadores, a escavação buscava itens na latrina de uma antiga escola de esgrima e já tinha localizado algumas joias, espadas de madeira e cerâmicas na região. Ainda segundo os arqueólogos, a descoberta mede 20 centímetros de comprimento, possui uma estrutura de madeira talhada e é coberto com couro, que proporciona algumas cerdas e desníveis ao longo da peça.

Confeccionado para reproduzir um pênis e testículos e datado de aproximadamente 250 anos atrás
Confeccionado para reproduzir um pênis e testículos e datado de aproximadamente 250 anos atrás | Escritório Regional para a Proteção de Monumentos em Gdansk
 

Em nota, o Escritório de Proteção de Monumentos, informou que a data estimada da relíquia é da segunda metade de 1700, sendo descrito como preservado em excelentes condições apesar de ter sido encontrada completamente suja por bolos fecais centenários. E ainda não se sabe o motivo de ter sido derrubada na latrina.

 A relíquia está bem preservado e em excelentes condições
A relíquia está bem preservado e em excelentes condições | Escritório Regional para a Proteção de Monumentos em Gdansk
 

O porta-voz do escritório regional, Marcin Tymiński, levantou a hipótese do brinquedo pertencer a uma pessoa rica que frequentava a escola: “Certamente era caro. A limpeza revelou que era feito de couro de alta qualidade. [...] Esta é uma descoberta extraordinária para as pessoas que pesquisam a história do erotismo”, concluiu Tymiński.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS