Diário Online
ASSUSTADOR

Monge arranca a cabeça para reencarnar em "ser superior"

O religioso, que passou 11 anos vivendo no templo, teria relatado a outros sacerdotes sua vontade de deixar a vida monástica, mas sem dar detalhes de como faria.

quarta-feira, 21/04/2021, 09:46 - Atualizado em 21/04/2021, 09:46 - Autor: Com informações do portal Sputnik Brasil


O caso ocorreu nos últimos dias, na Tailândia.
O caso ocorreu nos últimos dias, na Tailândia. | Reprodução

Uma das bases de qualquer religião é seu aspecto simbólico. Por isso, sabe-se que nem tudo deve ser levado "ao pé da letra" e que algumas interpretações podem dar margem a práticas violentas e até mesmo preconceituosas.

Mais que isso: algumas imagens por vezes podem provocar reações impressionantes e assustadoras. Um triste exemplo disso ocorreu dias atrás: uma estátua budista que mostra um deus segurando sua cabeça depois de cortada pode ter instigado o suicídio de um monge tailandês.

Ele decapitou-se usando uma guilhotina como uma oferenda a Buda na esperança de reencarnar em um "ser espiritual superior". Thammakorn Wangpreecha, de 68 anos de idade, passou mais de cinco anos planejando este ritual bizarro de sacrifício, segundo o portal inglês Daily Mail. 

Para Wangpreecha, a oferenda à divindade lhe traria boa sorte na vida pós-morte – uma crença conhecida no budismo como "obtenção de méritos", um conceito considerado fundamental para a ética budista.

O monge foi encontrado morto em 15 de abril no tempo Wat Phu Hin, na província tailandesa de Nong Bua Lamphu. O corpo de Thammakorn foi descoberto por seu sobrinho que contou que o seu tio deixou uma mensagem em uma laje de mármore.

"Na sua mensagem ele dizia que cortar sua cabeça era uma maneira de elogiar Buda. Na carta, ele disse que passou cinco anos planejando este [sacrifício]", contou o sobrinho. "Seu desejo era oferecer sua cabeça e sua alma para que o Senhor pudesse ajudá-lo a reencarnar na próxima vida como um ser espiritual superior", finalizou.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS