Diário Online
RAPAZ...

Chinês vende filho por R$ 132 mil e usa dinheiro para viajar

O homem diz que fez para aliviar o "fardo" dos cuidados infantis, e por isso resolveu vender a criança

quarta-feira, 05/05/2021, 11:31 - Atualizado em 05/05/2021, 11:31 - Autor: Com informações Sputnik


A criança foi resgatada e devolvida ao tio.
A criança foi resgatada e devolvida ao tio. | Pixabay/Moerschy

Quando a gente pensa que já viu ou ouviu de tudo, sempre tem algo para nos surpreender ainda mais. Um caso inusitado ganhou repercussão, após uma venda nada convencional, mas que acabou em caso de polícia.

Já imaginou ter que vender um ser humano? E pior, esse ser seu filho? E mais grave ainda, ter a coragem de usar o dinheiro para viajar com a esposa? Pois é, foi o que aconteceu com um chinês que para aliviar o "fardo" dos cuidados infantis, resolveu vender a criança. As informações são do jornal South China Morning Post.

O homem, identificado por Xie, foi apontado de discutir constantemente com a atual esposa e acusado de ter vendido o filho chamado Jiajia, de apenas 2 anos. A polícia da província chinesa de Zhejiang prendeu o suspeito. 

Depois de se divorciar da mãe da criança, Xie ganhou a guarda do menino, enquanto a ex-mulher ficou com a guarda da filha. Porém, por trabalhar em outra cidade, Xie deixava o menino aos cuidados do seu irmão e de outros familiares na cidade de Huzhou.

Leia também:

Nave alienígena é filmada por morador nos EUA; veja o vídeo!

Vídeo: bando de aves invade casa de forma brutal

Segundo o jornal, no mês passado, Xie pegou o filho que estava com o irmão, alegando que a mãe de Jiajia queria vê-lo. Dias depois, o irmão de Xie descobriu que o sobrinho não estava com a mãe, o que o fez entrar em contato com a polícia, já que seu irmão não respondia às suas mensagens.

"Posteriormente, a polícia averiguou que Xie vendeu seu filho a um casal por 158.000 yuanes (R$ 132,6 mil), e usou o dinheiro para viajar pela China com a nova esposa".

O casal que comprou o menino de dois anos enfrenta agora "medidas coercivas criminais", já Jiajia foi devolvido ao seu tio no final de abril.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS