Diário Online
Tuédoidé? / Nonsense
BRIGA DE CASAL

Mulher mata namorado após sentar no pescoço dele

Tatyana teria se sentado no pescoço do homem para fazê-lo implorar por perdão após uma briga

sexta-feira, 21/05/2021, 22:09 - Atualizado em 21/05/2021, 22:28 - Autor: Com informações do The Sun


Russa sentou sobre o pescoço do homem, enquanto ele estava de bruços sobre a cama. Ela alegou que tentava acalmá-lo
Russa sentou sobre o pescoço do homem, enquanto ele estava de bruços sobre a cama. Ela alegou que tentava acalmá-lo | Reprodução Facebook

Brigas em relacionamento são consideradas normais, desde que não ultrapassem o limite do aceitável. Com a internet, qualquer “briguinha” já pode viralizar. No entanto, há momentos passionais que podem levar a tragédias como a que aconteceu na Rússia essa semana.

Jovem de 18 anos morre após fazer sexo duas vezes seguidas com o marido

Uma mulher de 45 anos matou o namorado após se sentar em cima do pescoço dele. Eles teriam consumido bebidas alcoólicas e brigaram. O homem chegou a se levantar após o episódio, mas desmaiou e morreu na sequência.

De acordo com o The Sun, Tatyana teria se sentado no pescoço do homem, identificado como Aidar, depois de uma briga para fazê-lo implorar por perdão. A filha dele viu a situação e correu em busca de socorro.

Ainda segundo o tabloide, uma vizinha chegou a entrar na residência em resposta ao pedido de ajuda, mas preferiu não envolver-se por acreditar que os dois estavam em uma briga de casal.

Na versão de Tatyana, a ideia de sentar-se no pescoço do homem, enquanto ele estava deitado, era uma tentativa de acalmá-lo após o desentendimento que tiveram. Depois que Aidar desmaiou, a vizinha foi novamente ao local e acionou o socorro médico. Quando chegaram ao local, no entanto, ele já estava morto.

Em um primeiro júri, Tatyana foi condenada por provocar a morte de Aidar por negligência. Ela recebeu pena de 18 meses de trabalho corretivo, além de ter que pagar uma multa por danos morais. Nesta semana, no entanto, a mulher tornou-se alvo de uma nova acusação por parte do Comitê de Investigação, que acompanha o caso.

 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS